Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

O sono

LICIANA ROSSI | 06/06/2020 | 05:00

Um dos segredos da longevidade é ter boas noites de sono. O sono é fundamental para nossa saúde e para que nosso organismo funcione adequadamente. Além do descanso, o sono também mantém o equilíbrio de diversos sistemas como o endócrino, neurológico e o imunológico, restabelecendo os níveis basais de energia, além de manter o equilíbrio psíquico-emocional e metabólico do nosso corpo, garantindo disposição e bem-estar para o próximo dia.

A falta de sono pode afetar o humor, aumentar a ansiedade, a irritabilidade e o nervosismo. Além de que, quando frequente, pode influenciar o surgimento de doenças como diabetes, obesidade, problemas relacionados à imunidade ou problemas psicológicos.

Um estudo feito pela Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, comprovou que pessoas que domem menos que cinco horas por dia têm as chances de ficar resfriado aumentadas em 4,5 vezes. Por isso resolvi chamar a atenção para o sono, meus amigos. Principalmente nesta época em que não podemos nem sonhar em ter nossa imunidade abalada, muito menos em contrair o vírus de um resfriado, seja ele qual for.

Saibam que a quantidade de horas é importante para que nosso corpo consiga se recuperar do dia anterior, mas a qualidade do sono também é fundamental. O sono tem sido muito estudado nas últimas décadas, e todas as áreas ligadas à saúde sabem de sua importância para a restauração do corpo e da mente.

Um sono de qualidade e o estresse seguem direções opostas, mas um influencia o outro diretamente. O estresse aumenta a produção do hormônio cortisol, que diminui a qualidade e a profundidade do sono. Estudos já comprovaram há algum tempo que problemas relacionados ao sono estão muito relacionados ao nosso comportamento, pensamentos excessivos e emoções, que podem explicar o porque os remédios para dormir nem sempre fazem a pessoa dormir bem.

Seguem algumas dicas para que você tenha um sono de qualidade:
– Alimente-se de maneira leve no jantar, evitando alimentos de difícil digestão
– Evite a luz do celular ou computador antes de dormir, pois dificulta o início do sono
– Tenha uma rotina com horários bem definidos
– Tente não pensar em problemas na cama
– Tomar um banho quente ajuda a relaxar, ou mesmo um escalda-pés
– Para acalmar sua mente, foque na respiração (inspire em 3 tempos, expire em 6 tempos)
– Óleo essencial de lavanda é comprovadamente um dos melhores para relaxar e combater a ansiedade, pode ser usado em infusores ou sprays de ambiente
– Mantenha seu quarto escuro e sem ruídos
– A qualidade do sono está associada à clareza dos pensamentos, portanto, a meditação é maravilhosa para ajudar em problemas do sono. Para ter saúde e bem-estar, organize sua rotina e busque qualidade em seu sono. Muita saúde a todos.

LICIANA ROSSI é educadora física formada pela ESEF Jundiaí, pós-graduada em treinamento físico pela Unicamp e ginástica corretiva pela FMU-SP; exercícios corretivos pela Academia Nacional de Medicina Esportiva – NASM/USA; CHEK Practitioner nível 2 Califórnia/USA; Holistic Life Style Coach/CHEK Institute/USA.


Leia mais sobre |
Link original: https://www.jj.com.br/opiniao/o-sono/
Desenvolvido por CIJUN