Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Os fundamentos do setor externo

MESSIAS MERCADANTE DE CASTRO | 14/08/2019 | 07:30

Nesta etapa histórica da globalização econômica, o mundo apresenta-se crescentemente interligado. A cada dia ampliam-se as fronteiras do comércio internacional nas cadeias de produção, suprimentos e comercialização. Os fluxos comerciais e financeiros se estendem por todos os continentes, num processo de interdependência e complementaridade.
Sem a distinção entre países desenvolvidos, em desenvolvimento ou subdesenvolvidos; ricos ou pobres, as relações econômicas internacionais tem posição fundamental para a sua maioria, inclusive para o Brasil.
Com essa constatação, o estudo da chamada “Economia Internacional”, como um ramo específico da Teoria Econômica, ganhou destaque mundial.
Não obstante a evidência desses fatos, muitos países ainda tem uma baixa inserção nos mercados globais, seja pela estrutura dos seus fatores de produção, seja pelo portfólio dos produtos produzidos.
Neste início de século vinte e um, o fenômeno do avanço científico e tecnológico, com acentuado destaque da inovação, se materializa em alta velocidade em todo o mundo, estimulando e induzindo os países a se modernizarem, o que requer políticas públicas e privadas de incentivos e investimentos para evoluírem em seus processos produtivos, na maximização da produtividade e em economias de escala.
Às portas da 5ª Revolução Industrial, torna-se surpreendente a evolução da indústria 4.0, da internet das coisas, da robotização dos processos produtivos e em, praticamente, todos os setores de comércio e serviços, com o amálgama da inteligência artificial.
As startups crescem exponencialmente em todo o mundo, provocando grande evolução nas relações econômicas globais.
Todas essas ações ocorrem também em velocidade no Brasil, não obstante o país tenha uma corrente de comércio exterior de apenas U$ 420,0 bi – exportações mais importações anuais.
Ainda em tempo, estamos iniciando ações corretas na direção de uma maior inserção internacional, com o novo acordo do Mercosul com a União Européia. Passos concretos estão sendo dados na direção certa.

MESSIAS MERCADANTE DE CASTRO é professor da UNIANCHIETA e autor do livro “O Gerenciamento da Vida Pessoal, Profissional e Empresarial” – Ed. M. Books-SP e Gestor de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia de Jundiaí.
E-mail: messiasmercadante@terra.com.br

Messias Mercadante Castro


MESSIAS MERCADANTE DE CASTRO
Link original: https://www.jj.com.br/opiniao/os-fundamentos-do-setor-externo/

Notícias relacionadas


Desenvolvido por CIJUN