Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Produtividade em home office

LARISSA GONÇALVES | 27/05/2020 | 07:00

São Paulo, maio de 2020. A necessidade de isolamento social em razão da prevenção do contágio ao novo coronavírus criou uma situação sem precedentes no país. Todas as empresas cujo trabalho era possível de ser realizado a distância iniciaram uma adesão em massa ao sistema home office.

O formato tem suas vantagens, tanto para os profissionais, que evitam o trânsito intenso das metrópoles, quanto para as empresas, que conseguem reduzir custos com infraestrutura, uma vez que os colaboradores não estão mais presentes fisicamente no local.

Porém, outras questões importantes precisam ser levadas em consideração, como a falta de contato diário entre os colaboradores, que pode impactar diretamente na qualidade do clima organizacional. Além disso, há também o desafio de equilibrar a vida profissional e pessoal, pois é quase impossível evitar que esses dois mundos se misturem com a rotina da casa.

Fato é que essa tendência, ensaiada pelas organizações há alguns anos, veio para ficar. As empresas e profissionais estão em processo de adaptação e é muito provável que melhorias ocorram durante este percurso a fim de proporcionar uma melhor qualidade de vida e de trabalho nesse sistema.

Na Luandre, vivenciamos a mesma situação e conseguimos colocar, em poucos dias, os 350 profissionais em home office. Levamos parte desta experiência adquirida para orientar empresas e colaboradores a como se adequar ao trabalho feito em casa, sem prejuízo da produtividade e da vida pessoal.

Uma primeira dica é optar por um lugar silencioso e confortável. O conselho é especialmente importante no caso de filhos que também estão em casa em razão do isolamento social, estudando on-line. É importante que cada um tenha seu espaço.

Outra dica importante é se arrumar para o home office. Sim! Mesmo que você não tenha que sair de casa, o cérebro entende que há trabalho a ser feito se tirar o pijama. E mais, nada de trabalhar deitado. Qualquer indício de que se trata de uma situação de relaxamento, o corpo vai entender desta forma. O melhor é criar uma rotina semelhante a que se tinha quando o trabalho era realizado no escritório.

Portanto, nada de trabalhar na cama e, se possível, melhor evitar que o trabalho aconteça no quarto. Não diferenciar o espaço onde se trabalha do espaço onde se descansa pode impactar o sono e isso também afetará a produtividade.

Por fim, por mais que seja tentador ligar a TV, já que está em casa, evite. Mesmo que seja para acompanhar as notícias. O hábito trará desconcentração e pode fazê-lo errar em uma tarefa banal. Melhor reservar um momento no começo do dia e outro no final para se informar.

Em suma, o momento em que vivemos tornou tudo mais desafiador, e a capacidade de adaptação continua sendo uma habilidade muito importante para que consigamos passar e sair desta experiência melhor do que quando entramos.

LARISSA GONÇALVES é coordenadora da Luandre Jundiaí.

 


Leia mais sobre | |
Link original: https://www.jj.com.br/opiniao/produtividade-em-home-office/

Notícias relacionadas


Desenvolvido por CIJUN