Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Reflexões sobre movimentos

LICIANA ROSSI | 29/02/2020 | 05:25

Ficamos em pé e desenvolvemos o bipedismo – segundo a Teoria da Evolução – há 3 milhões de anos. e a maneira com que nos adaptamos à gravidade mudou drasticamente. Após ficarmos em pé, acabamos expondo algumas áreas muito importantes a serem protegidas, como o abdômen – que guarda nossos órgãos vitais – nossas genitálias e nossa garganta.

Essas partes do nosso corpo ficaram expostas e, segundo Tom Mayers, terapeuta manual, rolfista e pesquisador do sistema facial, esta é a maior origem dos problemas posturais que nós temos ainda hoje, e a razão principal de cedermos à ação da gravidade. Para proteger essas regiões, adotamos posturas hipercifótiocas, a famosa “corcunda.”

Dominamos o fogo a cerca de 1 ou 2 milhões de anos e este foi um dos principais avanços da humanidade: um fenômeno natural que trouxe muitas vantagens para nossa raça, como a possibilidade de fundir metais e fabricar ferramentas, cozinhar, se aquecer, se proteger e iluminar para vencer as dificuldades diárias e assim nos desenvolvermos.
No período Neolítico, por volta de 10 mil anos antes de Cristo, descobrimos a agricultura: antes éramos caçadores-coletores. Nos movimentamos mais do que nunca e garantimos a sobrevivência da espécie humana.

No final do século XVIII houve a Revolução Industrial, na Inglaterra, onde – a partir da queima do carvão – foi possível transformar energia, o que impulsionou as máquinas a fazerem o que antes era artesanal. Assim, elas começaram a fazer coisas por nós, e começamos a nos movimentar um pouco menos.

Já no século XX, tivemos grandes e importantes descobertas, como as muitas do gênio da física Albert Einstein e a Teoria da Relatividade. Além disso, outras descobertas – como a fibra ótica – revolucionaram este século. O homem pisou na lua em 1969. Começaram a surgir alguns computadores, que estão por aí até hoje, como os da Apple e os da IBM, fazendo do século XX o século da Revolução Eletrônica.

Eu utilizei esta linha do tempo para fazer uma breve reflexão. Se toda a revolução da raça humana veio por uma adaptação ao meio em que vivemos, o que acontecerá com nossos corpos nessa vida moderna, tecnológica e cada vez mais sedentária? A resposta está no movimento, pois ele já está sendo afetado por toda esta tecnologia. Nos movimentamos cada dia menos.

Devemos aprender como nos movimentar melhor e sentar corretamente, pois estamos passando cada dia mais tempo sentados, o que vem causando uma série de desequilíbrios. Aprender como manter coluna alinhada e funcional será a o grande trunfo para prevenção para dores que poderão vir em decorrência desta falta de movimentos. Se você anda muito parado, sedentário, reflita sobre a importância do movimento na sua vida. Precisamos nos adaptar a essa nova realidade e educar as novas gerações pelo movimento, o corpo humana preciso disto. Muita saúde a todos.

LICIANA ROSSI é Educadora Física, Palestrante, Especialista em Treinamento Desportivo (Unicamp), Exercícios Corretivos (pela UniFMU e pela Academia Nacional de Medicina Esportiva dos USA), CHEK Practitioner 2 (CHEK Institute-USA), Holistic Lifestyle Coach 2 (CHEk Institute-USA), Cursando Somatraing Program (USA), Reiki Master.


Leia mais sobre
Link original: https://www.jj.com.br/opiniao/reflexoes-sobre-movimentos/

Notícias relacionadas


Desenvolvido por CIJUN