Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Responsabilidade social é um bom negócio

VÂNIA MAZZONI | 11/12/2019 | 05:01

Sustentabilidade e engajamento social não são apenas termos da moda, são ferramentas para influenciar positivamente nos resultados dentro e fora das empresas.

O número de brasileiros que preferem consumir de empresas sustentáveis é muito significativo, e faz toda diferença na hora de escolher o produto. Empresas preocupadas com o impacto ambiental, desenvolvimento sustentável, preservação do meio ambiente, redução da desigualdade social ou mesmo as empresas que apoiam projetos sociais, esportivos ou culturais, além de perceberem aumento dos indicadores positivos nos negócios, também perceberam valores intangíveis como a valorização da marca e a lealdade do consumidor.

Isso sem contar nas melhorias dentro da própria empresa, já que os funcionários e colaboradores conseguem sentir o propósito da empresa no dia a dia, aumentando a motivação e claro, a empresa acaba sendo atrativa para novos colaboradores.

Mas sabemos que boas práticas não vêm de uma hora para outra. É preciso mudar a cultura dentro da empresa, voltar lá no começo, nos valores e missão e reavaliar seus próprios princípios.

O sucesso da empresa está ligado a isso: inovação inclusive nas próprias crenças.

Nem tudo que deu certo até agora, continuará dando certo no futuro. Estamos em constante mudança e o mercado está cada vez mais exigente.

O que temos que ter em mente é que não há uma receita de sucesso, e todas as novas ações devem ser verdadeiramente abraçadas pela empresa, não adianta usar apenas nas campanhas publicitárias.

Vamos combinar que algumas ações que deveriam ser a base nas relações com os funcionários e com a sociedade, como, por exemplo, apoiar iniciativas de voluntariado entre os colaboradores. Aqui na empresa, por exemplo, para citar apenas as duas últimas, a campanha do ‘Outubro Rosa’ e da ‘Cartinha de Natal’ foram um sucesso.

Olhar também para o entorno onde a empresa está instalada, dialogar com a comunidade, apoiar ações da sociedade civil ou entidades com projetos sociais, culturais e esportivos – participar ativamente destes projetos, apoiar projetos de reciclagem, projetos educacionais, projetos que diminuam o impacto ambiental, entre tantos outros bons exemplos de sucesso que temos no mercado.

A sustentabilidade e as boas práticas têm que ser pauta primeiro das lideranças e depois das campanhas de marketing. É preciso repensar nossas relações pessoais, profissionais e nossa relação com o planeta.

VÂNIA MAZZONI é diretora de RH. Site: www.novarh.com.br /

E-mail: marketing@novarh.com.br


Leia mais sobre
Link original: https://www.jj.com.br/opiniao/responsabilidade-social-e-um-bom-negocio/
Desenvolvido por CIJUN