Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Sociedade civil e ideologia – 2

GLAUCO GUMERATO RAMOS | 20/02/2018 | 05:00

As ideologias difusas na sociedade civil refletem o panorama da vida política a que estamos submetidos. Sem embargo, muitas vezes as opiniões externadas pelas pessoas não correspondem às ideias que elas dizem ter sobre temas sensíveis da vida em sociedade. Mas uma coisa é certa: a sociedade brasileira tem acentuada tendência para o autoritarismo e respectivas teses autoritárias.

Em estudo publicado no segundo semestre de 2017 pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, intitulado “Medo da Violência e Autoritarismo no Brasil”, elaborou-se o chamado “Índice de Propensão ao Apoio de Posições Autoritárias”. Numa escala que vai de zero a 10, constatou-se que a propensão dos brasileiros em aceitar posições autoritárias alcança o índice de 8,1. Um índice alto, ainda que o “leitmotiv” seja a notória deficiência dos governos em planejar adequadamente a segurança pública. A recente intervenção federal no Rio de Janeiro é exemplo disso. O fato é que a tendência ao autoritarismo é uma realidade entre nós, infelizmente, e isso traz a reboque posicionamentos antidemocráticos.

Entende-se por sociedade civil o conjunto das pessoas físicas que vivem sob um determinado Estado. Dentro dela ainda há aqueles que se organizam coletivamente para certos propósitos (associações, sindicatos, partidos políticos, ONGs etc). Daí surge a ideia de sociedade civil “organizada”.

Nesse universo multicomplexo de pessoas, muitas vezes as ideias flanam de modo desordenado, sob um pseudo cariz ideológico. Porém, quando se confronta o verbalizado por alguém com a ideologia que se afirma ter vê-se uma espécie de incoerência que denuncia um certo desconhecimento sobre o que se fala. Por exemplo, não são incomuns comentários de cunho preconceituoso, ou autoritário, ou de legitimação de ditadura militar, ou de apoio à pena de morte, ou sexista saídos da boca de sedizentes “liberais”, que inclusive integram instituições que, por princípio, são e afirmam ser liberais.

ARTICULISTAGLAUCO GUMETATO RAMOS ADVOGADOCompreender o que é ideologia e suas vertentes nos auxilia a melhor pensar e nos posicionar sobre temas sociais, econômicos e políticos que nos dizem respeito e que influenciam diretamente a vida da sociedade e dos indivíduos que dela fazem parte.

Daí a importância de se refletir sobre nossas tendências pessoais em relação a tais temas. Só assim saberemos se nossas ideias encontram eco num saber liberal, conservador, social, fascista, democrático ou antidemocrático.

GLAUCO GUMERATO RAMOS é advogado em Jundiaí, diretor de Relações Internacionais da ABDPro e vice-presidente para o Brasil do IPDP


Link original: https://www.jj.com.br/opiniao/sociedade-civil-e-ideologia-2/
Desenvolvido por CIJUN