Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Vamos falar em intestino?

Liciana Rossi | 16/11/2019 | 07:00

Você consegue relacionar a importância das físicas atividades regularese seu auxilio na movimentação do trânsito intestinal, melhorando a sensação de intestino “preso”, e muitas vezes auxiliando na constipação?Poisisto tudo está relacionado, assim comona prevenção de doenças, um exemplo, o câncer de intestino. Alguns estudos demonstram que mulheres e homens mais ativos apresentam menores riscos de desenvolvê-lo.

A combinação perfeita para a saúde intestinal está na hidratação abundante, ingesta de fibras, em torno de cinco porções do reino vegetal por dia (de acordo com os nutricionistas) e na atividade física. Hoje em dia sabemos que a atividade física tem influencia na microbiota do intestino, eles ajudam no desenvolvimento das bactérias boas, que auxiliam desde nossa imunidade até o controle de peso, segundo pesquisadores finlandeses.

Este estudo constatou que a prática de exercícios influencia positivamente a saúde intestinal, pois há uma diminuição de bactérias “ruins”, ligadas à inflamação, e um aumento de bactérias “boas” ligadas ao aumento de metabolismo e gerenciamento de peso. O estudo considerou 6 semanas de práticas de exercícios físicos.Pesquisas anteriores mostraram que bactérias do gênero Akkermansia são encontradas com maior frequência em pessoas ativas, que não são sedentárias.A pesquisa dos finlandeses indica que a prática regular de exercícios ajuda no aumento de bactérias boas (gram-positivas, ajudam na digestão e metabolismo em nosso organismo) e na diminuição de bactérias ruins (bactérias gram-negativas e nocivas para nossa saúde). Isso faz com que nosso organismo consiga processar melhor a gorduras acumuladas e o colesterol ruim.

Se você tem o mau hábito de comer sem sentar à mesa, sem um prato colorido e balanceado, e frequenta os fast foods, cuidado: a sua saúde mental também sofrerá as consequências.Já se sabe que a depressão está relacionada a uma inflamação do organismo e parte desta inflamação vem exatamente do tipo de alimento consumido. Por isso, para ajudar ou prevenir a depressão, leve isto tudo em consideração.Os microrganismos presentes em nosso intestino são os responsáveis pelo cuidado de nosso sistema imunológico. Uma microbiota saudável é oriunda de uma alimentação balanceada, enquanto que uma alimentação inadequada implica na morte destes microrganismos, porém é exatamente a microbiota que pode prevenir, controlar ou aumentar as chances de desenvolver a depressão e outras doenças psiquiátricas.

Então meus amigos, fiquem atentos à saúde intestinal, afinal nosso intestino é nosso segundo cérebro e é muito mais ativo no funcionamento do nosso organismo do que imaginamos. Alimentação, hidratação, atividade física e higiene mental são a chave para a saúde. Desejo muita saúde a todos.

 


Link original: https://www.jj.com.br/opiniao/vamos-falar-em-intestino/
Desenvolvido por CIJUN