Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Vânia Mazzoni: Carreira x Maternidade

vânia mazzoni - OPINIAO@JJ.COM.BR | 14/03/2018 | 06:00

Recentemente comemorou-se o Dia Internacional da Mulher e sabemos que há um histórico de lutas por espaço no mercado de trabalho. Carreiras como astronauta, cientista e motorista, dentre outras, eram atribuídas aos homens. O mesmo pode ser dito sobre qualquer cargo de alta diretoria dentro das corporações. O mundo mudou (e está mudando) porque existem mulheres lutando por isso. E as lutas são muitas. A equidade, infelizmente, não é uma pauta superada. Hoje vou me limitar a falar sobre um tema que sempre volta a ser discutido: mulheres que dão um tempo na carreira para se dedicarem à maternidade. Ela traz inúmeras transformações na vida – não somente, mas especialmente da mulher. Para a maioria delas, sacrifícios e dificuldades não são uma escolha, mas uma realidade. Algumas mulheres conseguem retomar ao mercado de trabalho, outras vão para o mundo do empreendedorismo, se lançando em negócio próprio para poder ter flexibilidade de horários, e outras infelizmente não conseguem retomar suas carreiras.

VANIA MAZZONI ARTICULISTA

As mulheres que optaram por se dedicar ao maior desafio da vida – criar um filho – acabam tendo que justificar uma lacuna no currículo e não sabem como lidar com isso. Estamos acostumadas a ouvir que temos que ter equilíbrio entre carreira, maternidade, vida social, relacionamento e estudos, e ainda sorrir linda para a vida. Isso é uma grande armadilha, pois sabemos que este equilíbrio não existe e causa muitas frustrações. Ser uma mãe que trabalha significa fazer ajustes, ter compromissos extras e fazer sacrifícios todos os dias. Então fique calma e planeje. É possível que, ao retomar à carreira a mulher, escute: “O que aconteceu desde que você saiu do seu último emprego”? Imagine que bom seria poder contar quantas novas habilidades a maternidade trouxe para você, mas isso não vai para o currículo. Durante o período dedicado à maternidade é importante manter sua rede de relacionamentos profissionais ativa e, quando possível, investir em cursos on-line. Outra dica é criar um currículo mais funcional, com foco nas suas habilidades e conquistas – suas experiências e habilidades devem ter mais destaque do que as datas precisas de seus empregos. Isso permite que você coloque no currículo a sua experiência profissional e também quaisquer outros projetos de consultoria, voluntariado e freelancer com os quais possa ter trabalhado durante o tempo dedicado à maternidade.

VÂNIA MAZZONI é diretora de RH. Site: www.novarh.com.br / E-mail: marketing@novarh.com.br


Link original: https://www.jj.com.br/opiniao/vania-mazzoni-carreira-x-maternidade/
Desenvolvido por CIJUN