Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Vania Mugnato: Refletindo para continuar

VANIA MUGNATO DE VASCONCELOS | 13/01/2019 | 07:30

Este não foi um ano mais difícil ou duro que outros. A Providência Divina é que nos percebeu mais amadurecidos, viu mais força e coragem na maioria de nós, por isso avançou o nível das provas, pois definitivamente progride mais aquele que supera mais dificuldades – já saímos do berçário da existência e podemos ser desafiados a mostrar quem realmente somos.
Não me é “fácil falar” por não ter vivido o que outros viveram, ao contrário! Como muitos, neste ano vi de perto a morte, o desemprego, a preocupação com o amanhã, vi lágrimas, dores, desânimo, nervosismo, descrença e revolta. É, também tive que encontrar forças para enfrentar cada novo dia, como todos o fizeram.
Todavia, enxerga melhor quem tem os olhos abertos, não é? E por isso vi também pessoas motivadas, mais gente focada na fé, vi mais cidadania e compromisso, vi sorrisos e otimismo, vi novos planos e desafios sendo vencidos, percebi oportunidades baterem às portas materiais e espirituais de muitas pessoas, portas que a cada um competia abrir.
Encerramos o ciclo desse ano (ou essa “fração do tempo”, nas palavras do jornalista, filósofo, educador, escritor e tradutor brasileiro, o espírita José Herculano Pires) como quem sabe que caminhou um mais pouco na senda da evolução. Eu sei.
Não nego que poderia ter sido melhor como pessoa e especialmente como espírita, pois o conhecimento instrumentaliza para esse fim, assim como aumenta a responsabilidade quanto ao que se deve fazer, mas sinto que meu amadurecimento me faz hoje alguém com mais esperança e perspectivas, mais próxima de um amanhã melhor. Não será assim com vocês? Creio que deveria ser.
É necessário avaliar o passado para ver a direção em que estamos seguindo para o futuro. Desse modo é possível criar metas para o novo ano. A minha? Viver! Um dia atrás do outro, um dia melhor que o outro, sobretudo em conduta.
Caminhando sempre, sem tropeços. Mas, se tropeçar, não cair. E se cair, não ficar no chão. O alvo é buscar o topo do universo e não se chega lá sem ter coragem de escalar (superar!) os problemas e vencer a vida carnal!
Confiando em Deus e na força que há em cada um de nós, o destino é um só! Felicidade!
Por isso, com fraternal carinho, desejo aos amigos leitores um “feliz ano novo”!

VANIA MUGNATO DE VASCONCELOS é advogada, articulista e militante espírita em Jundiaí

COLUNISTA VANIA MUGNATO DE VASCONCELOS ADVOGADA


Link original: https://www.jj.com.br/opiniao/vania-mugnato-refletindo-para-continuar/
Desenvolvido por CIJUN