Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Mourão: preconceito sobre militares; Confira outros destaques do Pela Ordem

DA REDAÇÃO | 27/03/2019 | 07:00

Pela quarta vez, a questão dos transportes foi discutida na Tribuna Livre. Um morador de Jundiaí usou cinco minutos para falar sobre as condições dos ônibus, principalmente no que diz respeito à lotação e à ausência de cobradores nos veículos. Além dos transportes, o morador criticou o financiamento elaborado pelo prefeito Luiz Fernando e aprovado na Câmara de Jundiaí, há duas semanas.

Pelo vereador Adriano Santana dos Santos (PR), os agentes de trânsito de Jundiaí receberam homenagem na sessão de ontem da Câmara. Segundo ele, os profissionais exercem papel fundamental no que diz respeito à segurança e organização viária, bem como na orientação e no serviço que os agentes prestam à população.

A moção do vereador Romildo Antônio da Silva que apela ao governo estadual por atendimento 24 horas na Delegacia de Defesa da Mulher de Jundiaí foi aprovada durante a sessão, ontem. No entanto, a sessão foi interrompida para que membros de coletivo que atuam em defesa da mulher discutissem o caso, pedindo atenção sobre esse assunto, visto alto número de ocorrências de violência contra a mulher.

Os ex-presidenciáveis Fernando Haddad (PT) e Guilherme Boulos (PSOL) participaram de uma reunião nesta terça-feira (26) com o objetivo de unir a esquerda em oposição ao governo de Jair Bolsonaro (PSL). A vice de Boulos na eleição, Sônia Guajajara, o governador do Maranhão, Flavio Dino (PCdoB) e o ex-governador da Paraíba Ricardo Coutinho (PSB) também estavam no ato e assinam manifesto que pede a libertação do ex-presidente Lula. (FP)

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, disse ontem (26), ao falar sobre a reforma da Previdência, que há preconceito e desinformação sobre a carreira militar. “Ela atinge tanto o público civil como o público militar. Existe, por outro lado, uma série de preconceitos, desinformação e falta de conhecimento sobre as peculiaridades da profissão militar”, disse.

Jair Bolsonaro deve fazer mudanças na equipe da Secretaria de Comunicação da Presidência da República. Próximo do vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), o atual chefe da comunicação, Floriano Amorim, deve deixar o posto. A condução da comunicação oficial vinha sendo criticada desde o início do governo, em caráter reservado, por deputados aliados e militares do governo. Para eles, enquanto Floriano seguisse no posto, Carlos continuaria interferindo na área de comunicação do Planalto. (FP)


Link original: https://www.jj.com.br/pela-ordem/mourao-preconceito-sobre-militares-confira-outros-destaques-do-pela-ordem/
Desenvolvido por CIJUN