Polícia

Quadrilha agride deficiente durante roubo a lanchonete em Jundiaí

Eles fugiram após roubar os celulares de todos, um carro e a motocicleta de um motoboy


Divulgação
PMs da Força Tática conseguiram prender um criminoso
Crédito: Divulgação

Bandidos armados e violentos invadiram uma lanchonete no Jardim Santa Gertrudes, em Jundiaí, na madrugada de domingo (6), renderam nove pessoas entre proprietários e clientes, agrediram dois deles, sendo um deficiente intelectual que não entendia o que estava acontecendo, e fugiram após roubar os celulares de todos, um veículo Polo e a motocicleta de um motoboy.

Um deles, que fugiu com a moto, foi preso por policiais militares da Força Tática, na Vila Arens, pouco tempo depois. O Polo roubado foi encontrado abandonado na rodovia Anhanguera, já em Cajamar.

O caso
O proprietário, de 24 anos, contou à reportagem que, ele e a esposa, de 23, se preparavam para fechar o estabelecimento já na madrugada de domingo, quando quatro homens, um deles armado, invadiram e os renderam com cinco clientes. “Eles mandaram que nós deitássemos no chão e pegaram os celulares de todos, além do dinheiro que estava no caixa”, disse a vítima.

Racismo
Um dos clientes, que era preto, segundo o proprietário, foi agredido e ofendido. “Os ladrões deram tapas no rosto dele, só porque que ele estava olhando tudo o que acontecia. Eles batiam e o chamavam de 'neguinho' e 'macaco' o tempo todo”, comentou ele. Entre os criminosos havia um homem branco, dois pretos e um moreno, características que foram mencionadas no Boletim de Ocorrência e que servirão à Polícia durante as investigações.

Deficiente
Entre as pessoas que aguardavam o lanche ficar pronto estava um rapaz, deficiente intelectual, acompanhado de um motoboy. Quando os bandidos tentaram tomar seu celular, ele se recusou a entregar e foi agredido. “O motoboy ainda explicou o rapaz tinha problemas e que não entendia o que estava acontecendo. Mesmo assim eles o agrediram e roubaram o celular e R$20 dele, e mais algum dinheiro do motoboy”, contou.

Na fuga a quadrilha, que havia chegado em um automóvel Vectra, levou também a motocicleta do motoboy e o carro de um casal que aguardava pelo lanche ao lado de fora. O casal também foi obrigado a entrar e se deitar, na lanchonete.

No momento em que a quadrilha deixava o local as vítimas acionaram a Polícia Militar. Um motoboy que trabalha em outro estabelecimento no bairro e passava por ali, percebeu a movimentação e passou a seguir o Polo roubado, até quando os bandidos acessaram a rodovia Anhanguera, sentido Cajamar. Ele continuou pela rodovia, mesmo perdendo-os de vista, e encontrou o Polo abandonado na mesma via, já em Cajamar.

Uma viatura da Força Tática acabou encontrando a motocicleta, que estava sendo guiada, e iniciou perseguição. Próximo à Ponte Torta o criminoso sofreu uma queda e foi preso. Tratava-se de um jovem, de 18 anos, que no Plantão Policial foi reconhecido pelas vítimas e preso em flagrante.

Investigação
Os outros três ladrões não foram encontrados e o caso está dendo investigado pela Polícia Civil. As câmeras de circuito flagraram toda a ação e já estão de posse da Polícia. “Essas câmeras eu instalei em fevereiro, depois que fui roubado pela primeira vez, concluiu a vítima”.


Notícias relevantes: