Polícia

Polícia recupera 389 mil produtos de fraude contra multinacional de Jundiaí

A quadrilha é especializada em fraudar compras de produtos de empresas multinacionais


Divulgação
Os produtos estavam em um galpão na Zona Oeste de São Paulo
Crédito: Divulgação

Policiais civis do 2º e 4º DPs de Jundiaí deflagraram nesta terça-feira (8) a primeira fase da Operação Japi, que consiste em desbaratar uma quadrilha da Capital, especializada em fraudar compras de produtos de empresas multinacionais, e que vem atuando em Jundiaí e região. O bando também é investigado por vários crimes de roubo de carga. Durante a ação desta terça foram recuperados 389 mil produtos, de um golpe aplicado contra uma única empresa da cidade, avaliados em R$ 1,4 milhão.

Todo o material estava em um galpão na Vila Anastácio, na região da Lapa, Zona Oeste de São Paulo. De acordo com o investigador-chefe Leandro Basson, os integrantes da quadrilha estão sendo identificados. Ainda segundo ele, informações sobre o tipo de produto apreendido e geralmente alvo dos criminosos não serão divulgadas, neste primeiro momento, para não atrapalhar as investigações.

Modo de operação

Os criminosos se passam por diretores e compradores de multinacionais, para ganharem a confiança de empresas do mesmo porte, em Jundiaí. Após sacramentar a compra, a quadrilha contrata uma transportadora lícita para retirar os produtos na empresa vítima, com acordo feito para pagamento posterior.

Esse material é levado para o galpão utilizado pelo bando, em São Paulo, de onde sai para os receptadores. "Eles fraudam a compra e adquirem os produtos, já possivelmente com os receptadores acertados no mercado negro", disse Basson.

Para se ter ideia da quantidade de produtos recuperados, foram necessários cinco caminhões truks, equivalentes a duas carretas e meia, para transportar a carga.

Participaram da operação os policiais Vagner, Ezequiel, Eduardo, Marcos e Flavio, chefiados por Basson e coordenados pelo delegado Antônio Seleguin Junior.


Notícias relevantes: