Polícia

Jundiaí registra queda no número de homicídios

Apesar da queda, a quantidade de homicídios neste ano ainda é alta


Divulgação
Os dados, referentes ao período de janeiro a agosto, mostram que a cidade registrou 12 casos contra 18 em 2019
Crédito: Divulgação

Jundiaí voltou a registrar queda no número de homicídios dolosos neste ano, após 2019 ter sido considerado em números um dos mais violentos dos últimos 10 anos. Os dados, referentes ao período de janeiro a agosto, mostram que a cidade registrou 12 casos em 2020, contra 18 no ano passado. As informações foram divulgadas na última sexta-feira (25) pela Secretaria de Segurança Pública (SSP).

Apesar da queda, a quantidade de homicídios neste ano ainda é alta, se comparada com 2018, quando ocorreram apenas seis casos no período, e 11 no acumulado dos 12 meses.

LATROCÍNIO

Quando o assunto é latrocínio, ou seja, roubo seguido de morte, os sete primeiros meses deste ano registraram aumento em relação a 2019, de um para dois casos, sendo que este crime detectado no ano passado foi o único nos 12 meses.

PELO ESTADO

O número de homicídios dolosos aumentou no estado de São Paulo no mês de agosto deste ano em relação ao mesmo mês do ano passado, passando de 203 para 213 casos, uma variação de 5%. O número de vítimas deste delito também cresceu, de 210 para 225, na comparação anual para o mês de agosto, uma variação de 7,14%. Os dados, divulgados na última sexta-feira (25) são da Secretaria de Segurança Pública.

As ocorrências de latrocínio também aumentaram, passando de 10 para 14, na mesma base de comparação. O número de vítima deste crime passou de 11 para 15 pessoas. A lesão corporal seguida de morte registrou mais casos em agosto deste ano, na comparação com o ano passado, passando de 7 para 10 casos.

Segundo informações da SSP, as taxas de homicídios dos últimos 12 meses (de setembro de 2019 a agosto de 2020) ficaram em 6,46 casos e 6,74 vítimas de homicídios a cada grupo de 100 mil habitantes.

Entre os índices em queda no mês de agosto no estado estão roubos e furtos em geral e de veículos, nos roubos de carga e nos estupros. Nos roubos em geral a redução foi de 29,1%, ou 6.386 casos em números absolutos, passando de 21.938 em agosto do ano passado para 15.552 em agosto deste ano.

Os roubos de veículos caíram de 3.554 para 2.149, uma variação de 39,5% ou 1.405 a menos em números absolutos. Também houve diminuição de 29,4% nas ocorrências de roubos de carga, passando de 592 para 418. Já os roubos a banco aumentaram de um para três.

Os furtos em geral e de veículos tiveram queda de 32,6% e 35,5%, respectivamente. No primeiro, o total passou de 42.936 para 28.933. No segundo, de 7.904 para 5.098.

Os estupros diminuíram 9,3%, passando de 1.051 para 953 casos, na comparação entre os meses de agosto de 2019 e 2020.


Notícias relevantes: