Polícia

Armadilha para peixes deixa dois patos feridos no Vale Azul em Jundiaí


Divulgação
Um dos patos precisou ser socorrido à Mata Ciliar
Crédito: Divulgação

Dois patos ficaram feridos, um deles com maior gravidade, ao serem vítimas de armadilhas para peixes, deixadas por pescadores no lago Vale Azul, no bairro Caxambu, em Jundiaí, na tarde desta quarta-feira (21). Eles foram resgatados por guardas municipais, com apoio de um praticante de Stand up paddle e um morador da região, que estavam no local.

Uma equipe de Operações com Cães da GM fazia patrulhamento, quando foi acionada por populares informando que haviam dois patos amarrados e se batendo dentro lago. O morador local entrou na água e pegou os animais, trazendo-os para a borda.

Ao averiguarem os GMs constataram que, na verdade, eles estavam enroscados em uma linha de pesca, presos um ao outro e que, na boca de um deles, havia um anzol preso ao bico.

Imediatamente os agentes cortaram a linha, momento em que um dos patos escapou e foi para o lago. O outro, ferido, continuou na posse dos guardas, que retiraram o anzol.

Contentes por conseguirem libertar as aves, os guardas municipais não imaginavam que o trabalho maior ainda estava por vir. O pato que havia ido para o meio do lago quando libertado inicialmente, não parava de se bater. Então com a ajuda do esportista e do morador, os três agentes (Tatiana Reis, Gildomar e Batista) fizeram um cerco e, depois de caírem na água e no barro, conseguiram pegar o animal, descobrindo que ele também estava com um anzol transfixado no bico, além de ferimentos nas asas. “Tivemos que socorrê-lo para a Associação Mata Ciliar. Foi muito triste a situação, a condução dele para o salvamento na associação. Uma situação lamentável”, disse a GM Tatiana Reis.


Notícias relevantes: