Polícia

Com dó do 'vendedor', vítima fala de Deus a ele antes de saber de golpe em Jundiaí


DIVULGAÇÃO
O golpista informou a vitima sobre sua farsa e encaminhou foto da cela onde supostamente está preso
Crédito: DIVULGAÇÃO

Antes de perder R$ 2,7 mil para um estelionatário ao tentar comprar um computador, pela internet, nesta semana (matéria divulgada pelo Jornal de Jundiaí), um religioso morador do Jardim Bonfliioli, em Jundiaí, citou trechos da bíblia para falar de Deus e consolar o golpista, que ‘enfrentava’ problemas. Ao final da conversa e negociação, que terminou com a conclusão do crime, o estelionatário, ‘sensibilizado’, informou a vítima sobre a farsa e deu conselhos de como não cair em golpes: “nunca jogue dinheiro em qualquer conta laranja que te passam pela internet”. Leia a mensagem completa ao final da matéria.

De acordo com a Polícia Federal, “golpistas são pessoas especialistas em seduzir e em criar romances falsos para conseguir dinheiro, e agem em quadrilhas, utilizando abordagens similares para conquistar as vítimas”. A situação pela qual passou a vítima de Jundiaí, que tem 23 anos e prefere não se identificar, vai exatamente de acordo com a explicação da PF. “Eles fazem um grande drama. Nesse caso, envolveu até mesmo uma pessoa que teria morrido”, disse o rapaz.

A vítima forneceu à reportagem o teor da conversa que manteve com o estelionatário, para que outras pessoas tenham conhecimento e se atentem. “São coisas que a gente nunca imagina que vão acontecer com a gente, mas acontecem”.

Durante a conversa, o estelionatário envia as fotos pedidas, além de uma filmagem de uma loja, dando ainda mais segurança à sua vítima.

TRECHOS DA CONVERSA
Vítima – Boa noite, gostaria de saber sobre o computador (um MacBook).

Golpista – Boa noite. Este Mac era de um dos sócios aqui da loja e estamos vendendo para ajudar a família dele com as despesas.

Depois de a vítima demonstrar interesse e dizer que é morador em Jundiaí, segue a conversa

Golpista – Nós temos muitos clientes em Jundiaí. Aqui na loja vendemos muitos iphones para São Paulo, rio de Janeiro e Curitiba, por ‘Sedex 10’. Chega no dia seguinte, antes das 10 horas. Se quiser, me passa seu CEP que eu já vejo quanto fica o frete pra você.

Vítima – Que legal, top! Meu CEP é...

Na sequencia, após consultar o CEP, o golpista encaminhou à vítima seus os dados de endereço, passando-lhe a sensação de seriedade, e os valores para Sedex 10 e o convencional. O jundiaiense concordou com o Sedex 10, no valor de R$ 101,5.

Vítima – Você tem loja, preciso de uma nova fiscal de compra e venda.

Golpista – Tenho loja sim, amigo, segue a gente lá no instagram para quando precisar trocar de celular. E posso também emitir nota pra você, já que está pagando à vista serão menos impostos. O aparelho está novo.

Vítima – Com certeza, você já ganhou um seguidor. Como é seu nome mesmo.

Golpista – Meu nome é Marcelo.

Vítima – Beleza Marcelo. O aparelho vem na caixa? Não dá mais tempo de despachar ainda hoje né ?

Golpista – Dá sim. Você precisa que embrulhe ? Porque acho que meu papel presente acabou.

Vítima – Não precisam, é pra mim mesmo. Meus parabéns pelo atendimento. Como vamos fazer para o pagamento ?

Golpista – Obrigado, amigo. E nada melhor do que comprar um presente pra gente, não é mesmo? Bom, aqui na loja trabalhamos com depósito, transferência e boleto para pagamento à vista. Qual fica melhor pra você?

Em seguida a vítima opta por transferência bancária, informa outros dados pessoais para emissão da nota fiscal, e recebe os dados de uma conta bancária, em nome de uma pessoa física para realizar a transferência.

Golpista – Assim que fizer a transferência já me avisa para que eu possa agilizar o envio ainda hoje pra você, amigo.

Vítima – A nota você me envia antes do pagamento? Tira uma foto da nota e do produto, caixa aberta e fechada, e me envia.

Golpista – Pode deixar, querido. Se quiser posso filmar tudo lá na loja pra ver que está tudo certinho.

 

Na sequencia, talvez por suspeitar de que a vítima poderia estar ficando desconfiada, o estelionatário volta a dramatizar

CRUELDADE MAIOR

Golpista – Esse dinheiro vai abençoar demais a família do meu sócio, eles estão em uma situação muito difícil.

Vítima – Minha maior intenção é essa. Recentemente eu perdi meu avô, mano e até hoje isso me dói muito. E ainda tenho que ver minha avó em situação delicada, precisando de dinheiro. Mas tenha certeza que também estou torcendo por vocês aí, irmão. Não importa se eu conheço ou não, mas a bíblia diz: ‘chorai com os que choram e se alegrai com os que alegram’. E eu tenho certeza que Deus há de fazer ainda muito na vida de todos vocês.

Golpista – Amém, meu irmão. Deus te abençoe. A nota já está aqui.
Após o pagamento feito, vítima já começa a ter dificuldades de fazer contato com o golpista, tentando por diversas vezes, até que...

Golpista – Cara, você caiu e um golpe de presidiários. Nunca existiu computador Mac e nem loja alguma. Nunca jogue dinheiro em qualquer conta de laranja que te passam pela internet.

Para finalizar, o criminoso encaminha a foto da cela em que supostamente está preso e é bloqueado pela vítima em seu WhatsApp.


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: