Polícia

Homem nega furto mesmo ao assistir performance possivelmente sua em Jundiaí

O furto foi praticado em um consultório odontológico na região central


JORNAL DE JUNDIAÍ
O detido é conduzido pelo GM Jair para dentro do DP
Crédito: JORNAL DE JUNDIAÍ

Guardas municipais detiveram um homem na rua Barão de Jundiaí, no Centro de Jundiaí, no início da tarde desta quarta-feira (4), após suspeitarem de que, era ele, o autor de um furto de celular praticado em um consultório odontológico, também na região central, no mesmo dia pela manhã. Mesmo ao assistir as imagens da ação criminosa, gravada por uma câmera de monitoramento, ele negou ser o autor do furto.

Os GMs Jair Almeida, Bezerra, Magalhães e GMf Arenhardt, que atuam na base do Centro, tomaram conhecimento do furto, corrido por volta das 8h30. O proprietário do estabelecimento mostrou aos guardas as imagens que flagram quando o ladrão passa pela calçada e nota que não há ninguém na recepção. Ele entra, vai até o balcão, pega o celular e deixa o local rapidamente.

Os agentes passaram a patrulhar na intenção de prendê-lo, sendo que localizaram o suspeito vestindo a mesma roupa usada pelo bandido no momento do furto. Questionado, ele negou o crime e o celular da vítima não foi encontrado.

Porém, convencidos de que era ele mesmo quem aparecia nas imagens e, já com apoio dos guardas De Sá e Arruda, os GMs o conduziram ao DP. O suspeito assistiu ao vídeo e, ainda assim, manteve a alegação de que não praticou o crime.

O delegado Antônio Dota Junior, no entanto, se baseou nas imagens e na roupa, um agasalho que foi apreendido como prova, para indiciá-lo por furto. Como não houve flagrante, ele foi liberado para responder em liberdade.

De acordo com os guardas, foi descoberto no DP que o indiciado deixou a cadeia recentemente após ter sido preso por um furto praticado na região central.


Notícias relevantes: