Polícia

Marido cospe no rosto da esposa e a força a ajoelhar e pedir desculpas em Jundiaí


Divulgação
A mulher foragida estava sendo procurada em SC
Crédito: Divulgação

Uma mulher de 44 anos denunciou o marido, de 48, por agressões e ameaças de morte, além de ter cuspido em seu rosto, na madrugada desta quinta-feira (12), no bairro Jardim Samambaia, em Jundiaí. As agressões, segundo ela, ocorreram dentro do carro do casal.

Segundo ela, apesar de um longo tempo de casados, a relação sempre foi conturbada, com agravamento no último ano. Em fevereiro, inclusive, após ser ameaçada, ela recebeu da Justiça medida protetiva de urgência contra ele e chegou a ficar uma semana abrigada em local oferecido pela Polícia Civil para vítimas de violência doméstica.

Ainda de acordo com seu depoimento, após uma discussão envolvendo assuntos de trabalho na madrugada desta quinta-feira, o marido a agrediu com puxões de cabelo e cuspiu em seu rosto, enquanto lhe ameaçava de morte. Não bastasse, fez com que ela descesse do carro e se ajoelhasse para pedir desculpas.

Assustada, a vítima disse aos policiais civis, na delegacia, que somente havia reatado o relacionamento após a ocorrência do início do ano, por achar que o marido havia mudado seu comportamento agressivo. Desta vez ela solicitou novo pedido de medida de proteção e passará a morar, momentaneamente com uma parente.

O caso será encaminhado para investigação na Delegacia de Defesa da Mulher (DDM).


Notícias relevantes: