Polícia

Polícia socorre vítimas de violência doméstica pelo terceiro dia consecutivo

Duas vítimas solicitaram medida protetiva de urgência e em um dos casos, o companheiro foi indiciado em flagrante pelo crime


DIVULGAÇÃO
PM e GM atenderam os chamados e duas das vítimas solicitaram medida protetiva de urgência
Crédito: DIVULGAÇÃO

Pela terceira noite consecutiva, a Polícia atendeu a um pedido de socorro por violência doméstica em Jundiaí. Duas vítimas solicitaram medida protetiva de urgência e em um dos casos, o companheiro foi indiciado em flagrante pelo crime.

Na madrugada de quarta-feira (13), uma mulher de 46 anos acionou a PM alegando ter sido agredida pelo namorado. No boletim de ocorrência, os policiais que atenderam ao chamado do 190 relataram que o casal estava com as vestes rasgadas ao chegarem ao local.

De acordo com a mulher, o relacionamento com acusado é esporádico e que na madrugada de quarta-feira ele teria entrado em sua casa e começado a agredí-la com chutes e pontapés. Em sua versão à Polícia, o homem alegou que a havia flagrado com outro homem. 

Na noite anterior, outra mulher, também na faixa dos 40 anos precisou pedir ajuda. Ela acionou a Guarda Municipal após ter sido agredida companheiro. Segundo ela, durante a tarde eles se desentenderam e ele saiu de casa, mas ao retornar, à noite, estava agressivo e a surpreendeu já deitada na cama pegando-a pelo pescoço e agredindo seu rosto com tapas. O acusado negou a agressão física mas confirmou que eles têm se desentendido muito recentemente. 

Em crimes de violência doméstica, a vítima tem até seis meses para registrar a representação contra o agressor e dar continuidade ao caso, bem como para solicitar medidas protetivas. No entanto, as duas vítimas optaram por fazer a representação imediatamente e solicitar medida protetiva de urgência.

 

Flagrante

Já no domingo (10), um mecânico de 45 anos foi preso em flagrante pelo mesmo crime, já que os policiais militares presenciaram as marcas de agressão no corpo tanto do indiciado quanto de sua companheira, que foi quem acionou a PM. Há diversos registros de solicitação de viaturas em decorrência de brigas do mesmo casal, porém dessa vez a mulher decidiu representar criminalmente contra o companheiro.

 

Alerta para mulheres

Uma jovem de 19 anos registrou um boletim de ocorrência na noite de terça-feira (12) por importunação sexual. Segundo ela, um homem que dirigia um veículo UP branco parou ao seu lado supostamente pedindo informações sobre uma rua, mas quando se aproximou do carro viu que ele estava sem calça e se tocando. Ela correu, mas preferiu ir à delegacia para registrar o ocorrido e alertar outras mulheres.

 


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: