Polícia

Prefeitura de Várzea Paulista cria app de proteção a mulheres

O aplicativo "Está Acontecendo" visa aprimorar o socorro às vítimas de violência de gênero


Divulgação
Prefeitura cria app de proteção a mulheres
Crédito: Divulgação

A Guarda Municipal de Várzea Paulista e o prefeito professor Rodolfo Braga lançaram, na tarde de hoje (16), o aplicativo “Está Acontecendo”, app que visa aprimorar o socorro às vítimas de violência de gênero.

Trata-se de um dispositivo que auxiliará as ações municipais no cumprimento à lei Maria da Penha (Lei n. 11.340). “Nossa GCM detém uma equipe altamente preparada, capacitada e especializada no atendimento às demandas originadas pelo novo dispositivo”, explica o prefeito.

De acordo com a GCM Aretusa Azevedo, responsável pelos projetos da instituição, o canal de atendimento (app) é gratuito e está disponível, por enquanto, apenas para plataforma Android. “Com o lançamento do “Está Acontecendo” ganhamos um canal de atendimento eficaz e ágil que trará um resultado prático surpreende. O canal é de fácil manuseio, bem didático e está no ar a partir de hoje (16)”, conta.

Por fim, o Comandante da Guarda Municipal de Várzea Paulista, Dejair Pellini, fala sobre a iniciativa inovadora e seus desdobramentos. “Nosso objetivo com o aplicativo é chegar de forma mais eficiente às escolas municipais, ao CREAS, e demais órgãos de assistência social. A tecnologia diminui distâncias e acelera os processos, por isso, o lançamento de mais essa ferramenta traz vigor e solidez no combate e socorro às vítimas de violência”.

O app está disponível para download gratuito pelaPlay Storepara celulares com sistema operacional Android.

 

Como funciona:

1. Baixe gratuitamente o aplicativo “Está Acontecendo” no Play Store (Android).

2. Ao entrar no app a vítima encontrará três opções de alerta: “Preciso de Ajuda”, “Me sinto Ameaçada”, “Estou sendo Assediada”.

3. Ao escolher uma das opções, uma mensagem é emitida diretamente a um contato de confiança de sua escolha, juntamente com a sua localização.

4. Após o envio da mensagem e a mesma chegar ao seu destino, o receptor da mensagem deverá entrar diretamente em contato com a GCM ou demais autoridades de segurança.

5. A quarta opção de alerta é a “Patrulha Maria da Penha”, que é um contato exclusivo para a GCM de Várzea Paulista, através do Whatsapp. Por meio dele é solicitada a viatura da patrulha Maria da Penha. Essa opção é destinada apenas para pessoas com medida protetiva.

6. Para baixar o aplicativo, clique aqui.


Notícias relevantes: