Polícia

Segurança municipal aponta redução de roubos e furtos na Ponte São João

Dados da Unidade de Gestão de Segurança Municipal afirmam que houve queda de 33%, mas estatísticas da SSP não confirmam


DIVULGAÇÃO
Segurança municipal aponta redução de criminalidade na Ponte São João, mas SSP não confirma
Crédito: DIVULGAÇÃO

De acordo com o Setor de Estatísticas e Inteligência da Unidade de Gestão de Segurança Municipal (UGSM), houve uma redução de 33% no total de roubos e furtos no bairro Ponte São João, em Jundiaí, comparando os dados de 2021 com 2020. No entanto, os dados da Secretaria de Segurança Pública apontam resultados diferentes sobre a região do 3º Distrito Policial, na qual o bairro está inserido. Enquanto no número de roubos houve realmente uma queda de 33%, o número de furtos aumentou 22,4%.

Vale ressaltar que os dados da SSP referem-se apenas aos meses de janeiro e fevereiro até o momento, enquanto que o setor de estatísticas da Prefeitura de Jundiaí já englobou os dados de março à conta. A região do 3º DP é composta pelos bairros Ponte São João, Jardim São Camilo, Jardim Tamoio, Tarumã, Vila Nambi, Ivoturucaia, Caxambu, Colônia, Jardim Caçula, Cidade Nova, Jundiaí Mirim, Currupira, Rio Acima e outros.

Conforme os dados da prefeitura, de 31 ocorrências elaboradas no 3º Distrito Policial naquele período do ano passado para 21 este ano, na Ponte São João, o que eles consideram parte do sucesso do programa Bairro Seguro. Já as estatísticas da SSP afirmam ter ocorrido 32 casos de roubo entre janeiro e fevereiro em toda a região do 3º DP e 153 casos de furto. Em 2020, os números foram 48 e 125, respectivamente.

Além das equipes fixas de guardas pelo programa Bairro Seguro na região, que compreende também as vilas Graff, Joana, Rica e Aparecida, o Apoio Tático e Canil também vêm auxiliando no patrulhamento, com abordagens em pessoas suspeitas e patrulhamento em áreas onde há presença de pessoas em situação de rua.

Para a gestora da UGSM, coronel Carla Basson, índices resultam do trabalho e das ações conjuntas da GMJ. “Também temos intensificado o patrulhamento em conjunto com outras Forças de Segurança na área central e Ponte São João, com resultados positivos e apoio da população. A sociedade tem que ter uma resposta rápida e é isso que estamos fazendo.”

O comandante interino da GMJ, inspetor Sandro Vilas Boas, ressalta também a atuação no formato de blitz pelas equipes da corporação e da Polícia Militar em locais conhecidos como “desmanches”. “Estamos identificando os locais e fazendo apreensões de objetos oriundos de pequenos furtos. Monitoramos também outros estabelecimentos que não possuem alvará, encaminhando-os ao setor competente da Prefeitura”, destaca.

 


Notícias relevantes: