Polícia

Festa clandestina é interrompida pelo Comitê de Blitze na Zona Leste da capital

PM realizou 198 ações de dispersão e Vigilância Sanitária Estadual inspecionou 25 estabelecimentos entre a noite de sexta (23) e a madrugada deste sábado (24)


O Comitê de Blitze, formado por órgãos fiscalizadores do Governo do Estado de SP e da Prefeitura de São Paulo, interrompeu uma festa clandestina durante a madrugada deste sábado (24) no bairro do Aricanduva, na capital. No total, 152 pessoas estavam aglomeradas no evento irregular e boa parte delas não utilizava máscara de proteção facial.

A festa clandestina foi flagrada em um bar na avenida Aguiar de Beira, no Aricanduva, na zona leste da capital. Os agentes flagraram som de DJ e banda contratada, sendo que os presentes não respeitavam o distanciamento social e não usavam máscaras de proteção, descumprindo o decreto estadual que visa combater a disseminação da covid-19.

No total, 17 pessoas foram detidas e autuadas, incluindo o proprietário do estabelecimento. Além disso, foram apreendidos equipamentos de som, instrumentos musicais, quatro máquinas de cartão e R$ 30 encontrados em duas máquinas caça-níqueis.

A ação foi deflagrada pelo Grupo Armado de Repressão a Roubos (Garra), do Departamento de Operações Especiais de Polícia (Dope), em apoio ao Comitê de Blitze. Equipes da Vigilância Sanitária e Procon-SP também realizaram as respectivas autuações.

Balanço

Entre a noite de sexta-feira (23) e a madrugada deste sábado (24), a Polícia Militar atuou em 1445 ações dispersão em todo estado, com 183 flagrantes a aglomerações. Na capital, foram 198 dispersões e 53 aglomerações. Desde o dia 26 de fevereiro, a PM já realizou 142 mil ações do tipo, sendo 55.175 apenas no mês de abril.

A Vigilância Sanitária realizou um total de 25 inspeções, entre a noite de sexta-feira (23) e a madrugada deste sábado (24). As fiscalizações resultaram em quatro estabelecimentos autuados, incluindo três bares/lanchonetes flagrados com atendimento presencial e sem uso de máscaras. As ações ocorreram nos bairros Pirituba, Parque Edu Chaves, Penha, Vila Carrão, Vila Formosa, Vila Nova Conceição, Santo Amaro, Aricanduva, Cursino e Jd. Paulistano.

Comitê de Blitze

Criado no dia 12 de março, em parceria com a Prefeitura de São Paulo, o Comitê de Blitze tem como objetivo reforçar as fiscalizações e o cumprimento das medidas restritivas do Plano São Paulo para evitar a propagação do coronavírus.

Integram o Comitê os agentes da Guarda Civil Metropolitana e da Covisa (Coordenadoria da Vigilância Sanitária) pela Prefeitura de São Paulo. Pelo Governo do Estado, atuam profissionais da Vigilância Sanitária, Procon e das Polícias Civil e Militar.

Denúncias

As ações do Comitê de Blitze foram ampliadas para todo estado por meio da Força-Tarefa composta pela Vigilância Sanitária, Procon-SP e Segurança Pública. Qualquer pessoa pode denunciar festas clandestinas e funcionamento irregular de serviços não essenciais pelo telefone 0800-771-3541 e também no site www.procon.sp.gov.br ou pelo e-mail [email protected], do Centro de Vigilância Sanitária.


Notícias relevantes: