Polícia

Divisão Florestal da GM de Jundiaí apreende 150 aves mantidas em cativeiro

O proprietário do imóvel disse não saber que era ilegal manter as espécies de aves. Ele receberá uma multa da Polícia Militar Ambiental


DIVULGAÇÃO
GM encontra centenas de aves em cativeiro
Crédito: DIVULGAÇÃO

Centenas de aves que estavam sendo mantidas em cativeiro foram apreendidas em uma residência nesta segunda-feira (26), no bairro Jundiaí-Mirim, em Jundiaí.

A apreensão foi feita pela Divisão Florestal da Guarda Municipal de Jundiaí, que recebeu uma denúncia anônima sobre aves sendo mantidas ilegalmente. As equipes (compostas pelos GMs Ramos, André Santos, Elielton, Pavan e Ribeiro, coordenador pelos subinspetores Vanderlei e Jair José e supervisionados pelo inspetor Lacerda) contabilizaram cerca de 150 aves que pela lei não poderiam ser criadas domesticamente. 

Dentre as espécies havia coleirinha, sabiá, picharro, canário da terra, azulão e gurundi. Além delas, foram apreendidos ainda sete viveiros, quatro alçapões para a captura e 61 gaiolas.

O proprietário disse desconhecer a lei e que guardava as aves por hobby. O caso foi levado até o 3º Distrito Policial, onde o detido foi ouvido e liberado pelo delegado.

A ocorrência será encaminhada para a Polícia Militar Ambiental que será a responsável pela aplicação da multa ao proprietário. As aves foram encaminhadas para os cuidados da Mata Ciliar.


Notícias relevantes: