Polícia

Motorista e ajudantes de empresa são presos junto com comparsas simulando roubo de carga

Policiais militares localizaram os 8 envolvidos no crime e notaram que as histórias não batiam. Questionados, motorista e ajudantes confessaram que era uma simulação de roubo para disfarçar furto


DIVULGAÇÃO
Motorista e ajudantes de empresa são presos junto com comparsas
Crédito: DIVULGAÇÃO

O 11º Batalhão de Polícia Militar do Interior prendeu uma quadrilha de assaltantes após simulação de roubo, na noite desta segunda-feira (10), em Jundiaí. Policiais militares localizaram os oito envolvidos no crime e notaram que as histórias não batiam. Questionados, motorista e ajudantes confessaram que era uma simulação de roubo para disfarçar furto.

A PM recebeu denúncia de que um veículo de entrega do Mercado Livre havia sido roubado, na rua Luiza Porcari Corassa, no bairro Medeiros. Segundo a testemunha, as mercadorias estavam sendo colocadas em um Corsa preto.

As equipes foram deslocadas e começaram a procurar a van de entregas e o Corsa descrito. Durante as buscas, os policiais localizaram a van estacionada na Rua João Telles, onde três pessoas foram detidas furtando a mercadoria.

Já na Rua Alfredo Abaid, outra equipe da Polícia Militar localizou o motorista e os dois ajudantes. Segundo as supostas vítimas, teriam sido fechados por uma Fiorino branca e rendidos por criminosos armados, que levaram a van com as mercadorias.

Simultaneamente, uma equipe da Rocam (Rondas Ostensivas Com o Apoio de Motocicletas) patrulhava em busca do Corsa preto e avistou o veículo na Avenida Antônio Frederico Ozanan, fugindo sentido Várzea Paulista. Após acompanhamento, os policiais conseguiram abordar o veículo na divisa ds municípios.

Na condução do veículo estava um adolescente e sua irmã como passageira. No carro, localizaram as mercadorias levada da van de entrega.

Durante conversa com todos os envolvidos, os policiais militares perceberam que as histórias não coincidiam e constataram que não havia ocorrido o roubo e sim uma simulação que envolvia o motorista e os ajudantes, que entregaram a carga para os comparsas.

Todos os abordados e supostas vítimas foram encaminhadas à Delegacia de Investigações Gerais de Jundiaí, onde foram ouvidos e indiciados pelos crimes de furto, corrupção de menores, falsa comunicação de crime, apropriação indébita e para o adolescente ato infracional de furto. 

As mercadorias, que estavam distribuídas entre os veículos - 72 pacotes no GM Corsa, 13 em um Fiat Uno, um na Fiat Fiorino, duas em uma WV Kombi e 36 que permaneceram no interior da van -, foram devolvidas ao representante da empresa. No total foram recuperados os 124 pacotes de entregas.

Procurado, o Mercado Livre ainda não se posicionou sobre a ocorrência.


Notícias relevantes: