Polícia

GM faz ações para reduzir criminalidade

A solução tem sido criar estratégias que se adequem à cada região da cidade


DIVULGAÇÃO
Na Ponte São João, programa Bairro Seguro reduziu 38% as estatísticas de furto e roubo com patrulhamento e bases móveis
Crédito: DIVULGAÇÃO

O programa Bairro Seguro ajudou a Guarda Municipal de Jundiaí a reduzir em 38% a criminalidade na região da Ponte São João. Sem previsão para estender o programa para outros bairros ainda este ano, a Unidade de Gestão de Segurança Municipal (UGSM) vem realizando operações em conjunto com a PM para controlar também as estatísticas criminais em outras regiões da cidade.

De acordo com a Unidade de Gestão, o programa tem como premissa sua expansão para outros bairros do município ao longo dos anos. Até que isso seja realizado, a solução tem sido criar estratégias que se adequem à necessidade de cada região da cidade.

Por exemplo, nos bairros Torres de São José e Parque da Represa, área compreendida pelo 2º Distrito Policial, houve queda de mais de 62% nos furtos e roubos comparando o primeiro trimestre de 2021 com o ano anterior. De 53 ocorrências, caiu para 20. Isso tem sido possível por causa de operações constantes. "Por se tratar de uma região cortada por rodovias, o único índice que apresentou aumento nesses dois bairros foi o de roubos de cargas.

Por esse motivo, a UGSM informa que tem realizado, por meio de ações integradas da Guarda Municipal de Jundiaí (GMJ) com outras Forças Policias, diversas operações, que resultaram em apreensões de indivíduos e recuperação de veículos e cargas."

Já em bairros mais centrais, como o Vianelo, Anhangabaú e outros, a estratégia tem sido aumentar o patrulhamento e focar no videomonitoramento.

 


Notícias relevantes: