Polícia

Deic prende fuzil e submetralhadoras em Jarinu

Os dois irmãos responsáveis pelo armamento foram encontrados na zona sul de São Paulo


Divulgação
Armas, munições e outros objetos da dupla foram encontrados em Jarinu
Crédito: Divulgação

A Polícia Civil prendeu, na manhã de quinta-feira (13), dois irmãos integrantes de uma organização criminosa na Capital. Eles foram capturados na zona sul de São Paulo, enquanto armamentos, munições e outros objetos da dupla foram encontrados na cidade de Jarinu.

A ação foi deflagrada por agentes da 3ª Delegacia da Divisão de Investigações Sobre Crimes Contra o Patrimônio (Disccpat), do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), que há cerca de três meses apurava as atividades desempenhadas pela dupla.

Um dos investigados, inclusive, é apontado como um dos líderes de uma organização criminosa na zona sul da cidade de São Paulo. As informações permitiram identificar dois endereços na Capital e um em Jarinu e a Justiça expediu mandados de busca e apreensão para os três locais.

O primeiro suspeito foi encontrado em um imóvel no Parque Residencial Cocaia, na zona sul da capital, onde foram encontrados materiais para embalar drogas e 100 gramas de maconha. O segundo foi capturado no Jardim das Imbúias, onde os policiais localizaram cerca de R$ 30 mil.

Em seguida, as equipes realizaram diligências em uma propriedade no loteamento Estância São Jorge, em Jarinu, onde recolheram um fuzil calibre 7,62, duas submetralhadoras calibres 9mm, uma delas com supressor (silenciador). Os armamentos escondidos em caixas d’água.

Além das armas, ainda foram apreendidos uma capa de colete balístico, 18 munições de 7,6.2 e 219 cartuchos íntegros dos calibres .50, .556, 9mm, .380, .45 e .40. e um veículo Hyundai/H20 com compartimento secreto usado para transporte de entorpecentes.

Os materiais foram encaminhados ao Instituto de Criminalística (IC) para análise. A suspeita é que a propriedade, que também foi periciada, servisse como entreposto de distribuição de drogas. Os irmãos foram autuados por associação ao tráfico e portes de armas.


Notícias relevantes: