Polícia

Criminosos simulam acidente para roubar carro e sequestrar vítimas

As vítimas foram sequestradas e tiveram que fazer transferências bancárias e entregar os cartões para que os criminosos fizessem saques e compras


Divulgação
PMs da Força Tática conseguiram prender dois criminosos que praticavam assaltos sequestrando as vítimas
Crédito: Divulgação

Uma quadrilha rendeu um comerciante e um psicólogo de Jundiaí nas proximidades do semáforo da rua Castro Alves com a Avenida Frederico Ozanan, no bairro da Ponte São João, nesta quinta-feira (20), após simular um acidente de carro. As vítimas foram sequestradas e tiveram que fazer transferências bancárias e entregar os cartões para que os criminosos fizessem saques e compras.

Esse é o quarto roubo de veículo com retenção de vítimas para saques bancários em uma semana na região de Jundiaí. No dia anterior, a Força Tática do 49º Batalhão de Polícia Militar do Interior prendeu uma dupla que assumiu o crédito por pelo menos três roubos com sequestro nas últimas semanas, mas outros criminosos também estão usando a mesma estratégia.

Os criminosos dirigiam um Citrôen C3 e bateram na traseira do Creta de uma das vítimas. Em seguida desceram supostamente para verificar o que tinha ocorrido e renderam as vítimas, anunciando o roubo.

As vítimas forma sequestradas e levadas até um matagal no bairro Rio Acima, onde os ladrões também exigiram os cartões bancários das vítimas e as respectivas senhas.

Antes de deixá-los ainda os obrigaram a fazer um PIX de R$ 3,5 mil para a conta de um laranja e começaram a fazer os saques e compras nos cartões. Quando terminaram as transações, o assaltante que estava mantendo as vítimas sob ameaça os libertou em um matagal, no Jardim Tarumã. De lá, eles foram andando até a sede do 49º Batalhão de Polícia Militar do Interior para pedir ajuda.

Além do dinheiro roubado, eles também levaram o carro, um Creta.


Notícias relevantes: