Polícia

Foragido da justiça resiste à prisão e dá tapa no rosto de policial feminina

A agressão foi tão forte que chegou a cortar o rosto da policial militar feminina, além disso ele quebrou um dos vidros da viatura com chutes


DIVULGAÇÃO
A vítima conseguiu mandar a localização de onde estava para o namorado, que chamou a Polícia Militar
Crédito: DIVULGAÇÃO

Um foragido do sistema prisional, de 22 anos, agrediu uma policial militar ao ser abordado e informado de que seria preso por não possuir alvará de soltura, neste fim de semana, em Jundiaí.

A mulher, que soldado do 11º Batalhão de Polícia Militar do Interior, patrulhava o Jardim Paulista, juntamente com seu parceiro, outro soldado da PM, quando avistaram o rapaz. Diante do nervosismo que ele demonstrou com a presença da viatura da PM, decidiram abordá-lo.

Morador da Vila Ana, o criminoso ficou agressivo, gritando palavras ofensivas aos agentes a lei, e desferiu um tapa tão forte no rosto da soldado que chegou a causar um corte com sangramento.

Mesmo depois de contido à força, ele continuou com as tentativas de agressão e conseguiu quebrar um dos vidros da viatura com chupes e pontapés.

Na delegacia, além do auto de captura, ele também foi indiciado em flagrante por resistência, dano qualificado, desacato e lesão corporal.


Notícias relevantes: