Polícia

Após namorada causar engavetamento, analista surta e agride policiais

Ele ofendeu dois policiais militares, dois guardas municipais e uma policial civil, escrivã, a quem agrediu fisicamente


Jornal de Jundiaí
Namorado da condutora agrediu cinco policiais entre PMs, GMs e escrivã
Crédito: Jornal de Jundiaí

Uma jovem de 20 anos, moradora de Várzea Paulista, causou um engavetamento na Avenida Jundiaí, sentido rodovia Anhanguera, na noite desta segunda-feira (14). O acidente envolveu outros três veículos e uma motocicleta. No Plantão Policial, o namorado da condutora foi preso por agredir cinco policiais.

Viaturas do Corpo de Bombeiros, do Trânsito da Prefeitura de Jundiaí e da Polícia Militar foram acionadas após o acidente. Embora a condutora não tenha se machucado, nem machucado nenhuma outra vítima, houve danos aos demais veículos.


Além disso, havia suspeita de que ela estivesse dirigindo embriagada, por isso foi conduzida ao Plantão, onde concordou em ceder uma amostra de sangue para testagem.

 

Desacato

O namorado da condutora, um analista de 34 anos, que é proprietário do Jetta dirigido por ela, teve uma espécie de surto ao saber que seu carro seria guinchado ao pátio da Polícia Civil.

Ele começou ofendendo dois policiais militares, dois guardas municipais e uma policial civil, escrivã, que estavam presentes. Em seguida ele chegou a agredir a escrivã, que precisou ser encaminhada ao Hospital da Unimed.

Enquanto os policiais tentavam contê-lo, ele pegou o celular pertencente ao 11º Batalhão da Polícia Militar do interior, que estava com um dos PMs, e o jogou no chão, quebrando-o. Foi necessário imobilizá-lo no chão, mas o surto não acabou ali. Segundo testemunhas ele bateu a própria cabeça no chão várias vezes, tendo que ser encaminhado ao Hospital São Vicente de Paulo para atendimento.

Após o atendimento médico, foi preso em flagrante e encaminhado ao Centro de Triagem de Campo Limpo Paulista. Ele responderá por agressão, desacato e dano ao patrimônio público.

A Polícia Militar já informou que, além do processo criminal, também moverá processo civil contra o autor para o pagamento de um celular novo ao 11º Batalhão.


Notícias relevantes: