Polícia

Polícia recupera um dos veículos usados em roubo a fábrica de metais em Jarinu

O carro foi abandonado em Cambuí, no Sul de Minas Gerais; as investigações continuam


Fernanda Elnour/TV Tem
Carros queimados marcam cenário pós guerra em Jarinu
Crédito: Fernanda Elnour/TV Tem

Um dos quatro veículos utilizados pelos criminosos para fugir após a invasão à fábrica de metais, na madrugada de terça-feira (13), em Jarinu, foi localizado na cidade de Cambuí, no sul de Minas Gerais. Até o momento ninguém foi preso, mas a Polícia Civil segue analisando as imagens de câmeras de monitoramento das cidades da Região, em busca de pistas que ajudem a identificar a quadrilha.

Pelo menos 15 homens armados com fuzis e bombas roubaram uma empresa especializada em joias, no bairro Água Preta, em Jarinu. Os criminosos atearam fogo em carros e espalharam miguelitos (pequenos pregos usados para furar pneus) para impedir a chegada de viaturas policiais. Não houve feridos, porém ninguém foi preso na ação que aterrorizou os moradores. 

Apesar da cena cinematográfica, o roubo não foi de grandes proporções. Os criminosos não conseguiram entrar na área principal da empresa e, portanto, roubaram poucos quilos de ouro e prata, tanto que a própria empresa divulgou em nota que o prejuízo foi o susto e o portão que foi destruído.

A empresa roubada fica localizada na área rural da cidade, onde há chácaras, mas o barulho de tiros e explosões pôde ser ouvido à distância. Segundo o relato de testemunhas, os criminosos colocaram fogo em veículos para criar uma barreira contra a polícia e atiraram durante vários minutos seguidos.


Notícias relevantes: