Polícia

Nadar em lagoa é proibido


O jovem Wellington Rafael de Brito, de 30 anos, morreu na tarde deste domingo (19) após entrar nas águas do Vale Azul, na região do Jundiaí-Mirim para salvar um garoto de 12 anos que estava se afogando. A Prefeitura de Jundiaí salienta que lagoas existentes em áreas públicas não devem ser utilizadas para a prática de banhos. Nadar neste tipo de lagoa é proibido. O espaço, em específico, recebeu este tipo de aviso ainda na sua entrega.

A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros informaram após depoimento da esposa que Wellington estava no Vale Azul junto com um vizinho de 12 anos e a criança quis entrar na água e que momentos depois o garoto começou a se debater.

Diante da situação, Wellington pulou no lago para salvar o garoto, mas acabou desaparecendo na água. Um homem que passava pelo local com barco acabou socorrendo a criança, mas o jovem não foi encontrado.

O Corpo de Bombeiros e o SAMU foram acionados e as buscas foram realizadas encontrando Wellington. Ao ser retirado da água foi realizada massagem cardíaca, mas sem êxito.

O corpo do jovem foi sepultado nesta segunda-feira (20).


Notícias relevantes: