Polícia

Região tem casos de violência doméstica

Dois casos de violência contra a mulher foram registrados neste sábado (2), na Região.


Divulgação
Casos de violência contra a mulher demandam intervenção da GM e da PM neste sábado, na Região de Jundiaí
Crédito: Divulgação

Dois casos de violência contra a mulher foram registrados neste sábado (2), na Região. 

Soldados do 49º Batalhão de Polícia Militar do Interior prenderam um homem de 49 anos acusado de agredir a própria mãe, de 67 anos, no bairro São José 1, em Campo Limpo Paulista.

A vítima ligou para o telefone 190 informando que o filho estava agredindo-a com socos e estava muito violento, destruindo tudo dentro de casa.

Os policiais militares foram até o endereço indicado e encontraram a mulher de 67 anos com ferimentos pelo corpo. Ela disse que teve de ficar na rua, com medo do que ele poderia fazer com ela.

Os policiais entraram na residência e encontraram vários utensílios quebrados e o autor das agressões vomitando. Os PMs deram voz de prisão ao agressor e precisaram contê-lo, já que ainda estava muito agressivo. Depois o conduziram até a Delegacia de Polícia Civil de Campo Limpo Paulista, onde ele foi recolhido no Centro de Triagem, ficando à disposição da Justiça.

Esse foi o quinto caso de filho que agride a mãe, na região de Jundiaí, em dois meses.

 

Uma mulher de 33 anos ligou para o telefone 153 da Guarda Municipal pedindo socorro. Ela disse que o ex-marido, de quem tem Medida Protetiva da Justiça, havia entrado na casa dela e não queria ir embora.

Quando a viatura com guardas chegaram ao endereço, no Jardim Novo Horizonte, o homem disse que não sairia da casa.

Os guardas confirmaram com o documento emitido pela Justiça de que o homem não deveria se aproximar da vítima de violência doméstica e deram voz de prisão.

O delegado confirmou as informações da Medida Protetiva da Justiça e determinou a prisão.


Notícias relevantes: