Polícia

Pichadora sofre queda de quatro metros e quebra a bacia

Uma pichadora de 22 anos sofreu queda de quatro metros em JundiaÍ ao tentar deixar sua ‘marca’ nas paredes


Divulgação
Durante a escalada, a pichadora pisou em uma telha que se quebrou e ela caiu, sofrendo ferimentos graves
Crédito: Divulgação

Uma pichadora de 22 anos sofreu acidente na Avenida Jundiaí, ao lado de uma loja, ao tentar deixar sua ‘marca’ nas paredes dos comércios da região. Ela estava acompanhada de outro pichador, de 20 anos, morador na cidade de Campo Limpo Paulista.

Moradora do bairro da Colônia, a jovem já era investigada por outras pichações em Jundiaí. 

Dessa vez ao subir para tentar pintar as paredes de comércios e de imóveis da principal avenida Jundiaí, ela sofreu acidente, caindo de uma altura de quatro metros.

Para chegar até a parede ao lado da loja, a pichadora escalou um ponto de ônibus.

Durante a escalada, a pichadora pisou em telha que se quebrou e ela caiu, sofrendo ferimentos graves.

De acordo com o Corpo de Bombeiros de Jundiaí, a pichadora sofreu fratura da clavícula, fratura de um dos braços e da bacia.

Os bombeiros conduziram a pichadora para o Hospital Pitangueiras, da Sobam, onde mantém convênio e está internada em tratamento na Ortopedia.

O delegado Tiago Vieira Oliveira, do Plantão da Polícia Civil, ao tomar conhecimento dos fatos por meio da Polícia Militar, determinou a elaboração de Boletim de Ocorrência de Crime Contra o Meio Ambiente, indiciando a pichadora e o companheiro dela.

Também requisitou para a Polícia Técnica Científica o registro de todos os danos causados pela dupla aos imóveis.

Agora, os donos também podem mover ações contra a dupla, pelas pichações.


Notícias relevantes: