Polícia

Estudante é morto ao tentar comprar produto negociado pela internet em SP


Divulgação
Estudante é morto ao tentar comprar produto negociado pela internet em SP
Crédito: Divulgação

Um estudante de 20 anos foi morto durante uma suposta tentativa de assalto, na noite de terça-feira (26), na Brasilândia. No local, a vítima e um amigo iriam comprar uma carretinha, de acordo com a polícia.

Segundo a SSP (Secretaria da Segurança Pública), o crime ocorreu por volta de 21h25 na rua Paulo Limoeiro. Duas pessoas são suspeitas de participação no assassinato e estão foragidas.

Conforme a pasta, policiais militares foram acionados para atender a uma ocorrência de disparo de arma de fogo e no local encontraram um veículo Fiat Palio com a porta aberta e a vítima caída no banco da frente com sangramento na região da cabeça.

Próximo ao carro, os PMs encontraram outra vítima, um autônomo, de 49 anos, com ferimentos na coxa e na mão esquerda. O homem afirmou que havia feito a negociação de uma carretinha em um site de vendas e marcado no local para encontrar o suposto vendedor.

Ao chegarem, estranharam a atitude de dois homens em uma viela. Os suspeitos se aproximaram com uma arma em punho e a vítima, que é colecionador, reagiu e sacou sua arma, dando início a uma troca de tiros, segundo a polícia.

As vítimas foram atingidas, tendo o estudante morrido no local. Já o autônomo foi levado ao Pronto Socorro Cachoeirinha, também na zona norte, onde permaneceu internado --seu estado de saúde não foi informado.

De acordo com a secretaria, após os disparos, os homens fugiram em um GM Celta. O veículo foi abandonado posteriormente na avenida Manoel Bolívar.

O caso foi registrado pelo 72º DP e é investigado pelo DHPP (Departamento Estadual de Proteção à Pessoa) que realizou perícia ao local.

O crime é segundo em menos de duas semanas na capital, que começou após negociações de compra e venda pela internet. No último dia 14, um repositor de 25 anos, ficou ferido ao ser baleado durante um assalto em Cidade Tiradentes (zona leste).

Segundo a polícia, por volta das 21h, a vítima e sua mulher chegaram de moto à rua Cigarro de Palha para entregar um aparelho celular que iriam vender, depois de um anúncio feito na internet.

De acordo com boletim de ocorrência, em que a própria vítima relata o ocorrido, ao fazer a entrega do aparelho, ela foi recebida por dois homens, que, sem dizer nada, atiraram. Eles fugiram na sequência levando a motocicleta do casal.

Conforme as estatísticas do governo estadual, a capital paulista registra alta no número de latrocínios, o roubo seguido de morte. Segundo a SSP, foram oito casos em setembro. O mês foi o que teve mais ocorrências desse tipo em 2021.

Nos oito primeiros meses do ano, foram 44 casos de latrocínios na cidade de São Paulo. No mesmo período de 2020 a polícia registrou 33 ocorrências de roubo seguido de morte. A alta atual é de 33%.


Notícias relevantes: