Polícia

Roubos e furtos crescem 12,7% em Jundiaí neste ano

RETOMADA Assim como as atividades econômicas e a circulação de pessoas, os crimes patrimoniais voltam a acontecer


DIVULGAÇÃO
A quantidade de roubos e furtos registrada de janeiro a outubro deste ano é 12,7% maior que do ano passado
Crédito: DIVULGAÇÃO

Junto às atividades econômicas, os delitos voltaram a aumentar neste ano em Jundiaí. Segundo dados da Secretaria de Segurança Pública (SSP), a quantidade de roubos e furtos registrada de janeiro a outubro deste ano é 12,7% maior que a o número de crimes do tipo registrados no mesmo período de 2020: foram 4.888 roubos e furtos contra 4.337 no ano passado.

Uma das vítimas deste ano em Jundiaí foi Tereza Faustini Dias, de 77 anos, que teve a carteira furtada no transporte coletivo. Filha de Tereza, Elaine Dias, diz que o caso ocorreu em junho. "Minha mãe estava acompanhada de duas netas. Pegaram o coletivo na avenida Doutor Antenor Soares Gandra e desceram no ponto do Velório Municipal Adamastor Fernandes, no Centro. Quando foram descer, ela notou que sua bolsa estava aberta e sua carteira havia desaparecido com todos os documentos pessoais, carteirinha da UBS e pouco dinheiro. Ainda não entendemos como isso ocorreu, uma vez que ela é bem lúcida e suas netas não se afastaram dela nem por um momento", completa.

Por conta do incidente, Tereza ficou bastante abalada. Na época Elaine fez uma pelo para que os pertences fossem devolvidos. "Esse fato a abalou profundamente. Era uma carteira de mão, de corino, na cor marrom claro. Tinha uma alça em uma das extremidades e um zíper grande e um pequeno, no corpo da carteira."

ÍNDICES

Ainda de acordo com dados da SSP, roubo de carga aumentou 22%, passando de 76 nos dez primeiros meses de 2020 para 93 neste ano. Roubo geral aumentou 7%, de 693 para 743. Já o furto geral cresceu 18%, de 2.952 para 3.490.

Dentre os delitos, os únicos que tiveram queda do ano passado para este foram o latrocínio, que é o roubo seguido de assassinato, e os relacionados a veículos. Foram dois casos de latrocínio em 2020 e nenhum em 2021 até o momento. Roubos e furtos de veículos vêm em gradativa diminuição ano a ano. Foram 562 entre janeiro e outubro deste ano. Em 2020, no mesmo período, foram 616, em 2019, 843.

A Delegacia Seccional de Jundiaí informa que houve queda nestes crimes em 2020, de fato, por conta da pandemia, mas neste ano, com a circulação maior de pessoas, voltaram a acontecer. Os números de 2021, porém, não têm discrepância se comparados a 2019, quando não havia pandemia. Também informa que há um empenho desde novembro com a Operação Voleur, que visa coibir crimes patrimoniais e é realizada pelas polícias civis a nível nacional.


Notícias relevantes: