Polícia

Corpo encontrado segue em análise no IML de Jundiaí

CAMPO LIMPO PAULISTA Segundo a Polícia Civil, apenas um exame de DNA irá apontar se a vítima encontrada é realmente Juliana


Divulgação
Polícia encontra objetos de jovem que sumiu após sair de casa para fazer exame perto de corpo carbonizado
Crédito: Divulgação

O corpo carbonizado encontrado às margens da rodovia Edgard Máximo Zamboto, na segunda-feira (20), foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), onde permanece em análise clínica para apontar se a vítima trata-se de Juliana Souza de Oliveira, desaparecida há 20 dias.

De acordo com a Polícia Civil, o corpo foi localizado após uma denúncia anônima. Próximo foi encontrado materiais pessoais, como bolsa e cartão de ônibus, que foram reconhecidos pelos familiares da jovem.

O cunhado de Juliana é o principal suspeito do crime, mas ele nega autoria do crime e segue preso. O delegado Rafael Diório, responsável pela investigação, disse anteriormente que por causa do sumiço do homem, unida às declarações contraditórias dadas por ele em depoimento, passou a ser investigado.

O cunhado trabalha como segurança em um loteamento que fica às margens da Rodovia Edgard Máximo Zambotto, em Campo Limpo Paulista, onde foi registrado o último sinal do celular de Juliana.

Durante as buscas em vários locais da região, cães farejadores identificaram que a jovem esteve no local.

Ainda conforme o delegado, o cunhado, de 36 anos, ao ser ouvido pela polícia antes de desaparecer, aparentava nervosismo. Quando prestou depoimento, ainda não era apontado como suspeito pela investigação.

Ele foi ouvido pela Polícia Civil e negou que tem envolvimento no desaparecimento de Juliana. Ele está preso temporariamente por 30 dias e foi encaminhado ao Centro de Triagem de Campo Limpo Paulista.

Quando desapareceu, a jovem usava uma camiseta azul com uma camisa jeans por cima, calça jeans preta, tênis preto e branco e uma bolsa marrom. Qualquer informação sobre o paradeiro de Juliana, entrar em contato pelo telefone 197 da Polícia Civil.


Notícias relevantes: