Polícia

Bebê morre após se engasgar com plástico em Itatiba

Segundo parentes, a criança estava brincando quando colocou na boca um pedaço de copo descartável


Divulgação
Bebê morre após se engasgar com plástico em Itatiba
Crédito: Divulgação

Nesta segunda-feira (27) um bebê de 10 meses, morreu engasgado com um pedaço de plástico descartável. Houve tentativa de resgate, mas já era tarde demais.

Parentes da criança relataram que ela estava brincando, quando colocou na boca um pedaço de copo utilizado para consumo de água e refrigerantes.

Segundo a Prefeitura de Itatiba, o bebê chegou à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) com parada cardiorrespiratória, por volta das 11h da manhã. A família do bebê, que mora no Jardim das Nações, teria pedido ajuda para um motorista de caminhão de gás que estava passando perto da casa no momento em que a criança engasgou.

Ainda segundo a prefeitura, o atendimento foi imediato, com tentativas de reanimação pela equipe médica da UPA, mas o bebê não resistiu.

O delegado José Mário de Lara requisitou a realização de exames necroscópicos no Instituto Médico Legal (IML) de Jundiaí, onde foi confirmada a morte por engasgamento com asfixia mecânica.O caso foi registrado como morte suspeita na delegacia de Itatiba, onde o delegado abriu inquérito policial para apurar o caso.

 

Cuidados

Esse é o quinto bebê que morre neste ano na região da Delegacia Seccional de Polícia Civil. Os outros quatro bebês morreram afogados em piscinas, sendo três em casa e o quarto em clube.

O médico coordenador do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de Jundiaí, doutor Mário Jorge de Castro Kodoma, orienta os pais a redobrarem as atenções com os filhos, principalmente nessa época de férias.

Segundo o médico, tem aumentado os casos de atendimentos com crianças engasgadas.No caso de engasgamento por leite materno, as mães precisam buscar orientações dos pediatras e nas Unidades de Saúde, de como agir nessa hora.

No final de semana ocorreram dois salvamentos de bebês engasgados na região de Jundiaí. Um deles foi a Polícia Militar de Várzea Paulista que salvou o bebê. No outro caso foi a Guarda Municipal de Louveira.

 

 

 

 


Notícias relevantes: