Polícia

Bebê morre após se engasgar com plástico


Um bebê de 10 meses morreu engasgado com um pedaço de plástico descartável em Itatiba. Na segunda-feira, segundo depoimentos de parentes, o bebê estava brincando quando colocou na boca um pedaço de copo utilizado para consumo de água e refrigerantes.

Segundo a Prefeitura de Itatiba, o bebê chegou às 11h na Unidade de Pronto- Atendimento (UPA) com parada cardiorrespiratória. A família do bebê, que mora no Jardim das Nações, teria pedido ajuda para um motorista de caminhão de gás que estava passando perto da casa no momento em que a criança engasgou.

Ainda segundo a prefeitura, o atendimento foi imediato, com tentativas de reanimação pela equipe médica da UPA, mas o bebê não resistiu.

O delegado José Mário de Lara requisitou a realização de exames necroscópicos no Instituto Médico Legal (IML) de Jundiaí, onde foi confirmada a morte por engasgamento com asfixia mecânica. O caso foi registrado como morte suspeita na delegacia de Itatiba, onde o delegado abriu inquérito policial para apurar o caso.

 

CUIDADOS

Esse é o quinto bebê que morre neste ano na região da Delegacia Seccional de Polícia Civil. Os outros quatro bebês morreram afogados em piscinas, sendo três em casa e o quarto em clube.

O médico coordenador do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de Jundiaí, doutor Mário Jorge de Castro Kodoma, orienta os pais a redobrarem as atenções com os filhos, principalmente nessa época de férias.

Segundo o médico, tem aumentado os casos de atendimentos com crianças engasgadas. No caso de engasgamento por leite materno, as mães precisam buscar orientações dos pediatras e nas Unidades de Saúde, de como agir nessa hora.

No final de semana ocorreram dois salvamentos de bebês engasgados na região de Jundiaí. Um deles foi a Polícia Militar de Várzea Paulista que salvou o bebê. No outro caso foi a Guarda Municipal de Louveira.


Notícias relevantes: