Polícia

Presos mudam versão e dizem que ficaram com vergonha de confessar vício

Eles disseram que inventaram sobre o pagamento que receberiam pelo transporte da droga


Divulgação / Ilustração
Os policiais desconfiaram de um dos ocupantes do carro, que carregava uma sacola
Crédito: Divulgação / Ilustração

Por Fábio Estevam - Dois homens, de 28 e 25 anos, foram presos por tráfico de drogas, em Jundiaí, na noite desta terça-feira (24), após tentarem se desfazer de uma sacola com 30 pedras de crack, durante perseguição da Polícia Militar. Após dizerem que receberiam dinheiro para transportar a droga, eles mudaram a versão explicando que são usuários, mas que tiveram vergonha de contar para os policiais.

Os policiais faziam patrulhamento pela avenida Odil Campos Saes, quando no cruzamento com a rua Silva Jardim, suspeitaram de um homem que segurava uma sacola dentro do carro. Os militares deram ordem de parada através de sinais sonoros e luminosos, que não foi respeitado, dando início a uma rápida perseguição, que terminou na rua Cica.

Enquanto fugiam dos PMs, o passageiro do carro jogou uma sacola pela janela e, logo depois, eles foram parados. No compartimento da porta do carro foram encontrados dois pinos com cocaína. Na sacola abandonada havia 30 pedras de crack.

O passageiro confessou que eles haviam recebido R$ 40 para ir buscar as pedras de crack na Vila Nambi, para levá-las até a Vila Comercial. O condutor do carro, no entanto, disse que não tinha conhecimento sobre o crack, apenas sobre a cocaína. Depois, mudaram a versão dizendo que a droga era para consumo próprio, mas que por vergonha dos policiais, disseram que receberiam dinheiro para ir buscar a droga.

Apresentados no Plantão Policial, ambos foram presos em flagrante e encaminhados ao Centro de Triagem de Campo Limpo Paulista.


Notícias relevantes: