Polícia

Corrida pela vida dura 8 minutos e PMs salvam bebê em Jundiaí

Foi necessária uma grande operação envolvendo vários policiais para que a criança fosse salva


Divulgação
Quando a viatura chegou com a criança, outras equipes já aguardavam e ajudaram os médicos no socorro
Crédito: Divulgação

Por Fábio Estevam - Uma criança com 17 dias de vida, engasgada com leite materno, foi salva por policiais militares do 49º Batalhão, enquanto era transportada, às pressas, dentro da viatura, para o Hospital Universitário (HU). Enquanto os policiais levavam a bebê, outras equipes foram envolvidas nesta grande operação de salvamento, que durou oito minutos, entre o primeiro contato da mãe, e a chegada ao hospital.

Os soldados Main e Igor Dias, da Rádio Patrulha com Motos (RPM) foram solicitados por uma moradora do bairro Cidade Nova 1, em Jundiaí, para auxílio à sua filha recém-nascida, que estava engasgada. Quando os PMs chegaram encontraram uma situação bastante delicada. Enquanto prestavam os primeiros socorros, os agentes chamaram por reforço de uma viatura, para que a garotinha pudesse ser levada ao hospital.

Quando o apoio chegou, a criança ainda estava em situação delicada. Teve início, então, a uma grande operação para salvá-la, diante dos olhos da mãe, desesperada. A bebê foi colocada na viatura, onde passou a ser submetida à manobra de heimlich, recuperando os sentidos, porém, ainda com a pele roxeada.

Enquanto estavam a caminho do HU, com sinais sonoros e luminosos ligados, em uma corrida pela vida em meio ao trânsito caótico do horário de pico noturno, os policiais fizeram contato com o hospital, para que já soubessem da chegada da criança em poucos minutos. Eles também contactaram outras equipes da PM (inclusive com ajuda de uma equipe de Força Tática do 11º Batalhão) para que fossem ao HU preparar a chegada, e a ajudar a equipe médica a receber a criança com agilidade.

A logística deu certo. A criança chegou e logo foi socorrida pela equipe médica, que deu sequência ao trabalho feito pelos PM e concluiu o salvamento da menina.

Outras equipes do 49º que participaram do salvamento foram 1º sargento Torres, cabo Ricardo e soldado Colaço; e cabos Santos e Andrade.


Notícias relevantes: