Polícia

Polícia de SP prende outro suspeito do assassinato de Bruno e Dom

Ele deve ser encaminhado para a guarda da Polícia Federal, responsável pela apuração do caso


Um dos suspeitos de participação no assassinato de Bruno Pereira e Dom Phillips, no Amazonas, entregou-se à polícia de São Paulo nesta quinta-feira (23). Trata-se de Gabriel Pereira Dantas, que se apresentou ao 2º Distrito Policial da cidade e foi preso em seguida.

Segundo policiais, ele admitiu participação no crime. Dantas deve ser encaminhado para a guarda da Polícia Federal, responsável pela apuração do caso, ao lado da polícia do Amazonas.

Nesta quarta-feira, a Polícia Federal informou que concluiu a perícia de genética forense e que os corpos do indigenista e do jornalista serão liberados para as famílias nesta quinta-feira (23).

"A Polícia Federal comunica que os corpos de Dom Phillips e Bruno Pereira serão entregues às famílias amanhã, dia 23 de junho, com previsão de decolagem do aeroporto de Brasília às 14h", disse a corporação, em nota.

Ainda de acordo com a PF, as amostras biológicas identificaram "dois perfis genéticos distintos" e os resultados apontaram se tratar "dos remanescentes de Dom Phillips e Bruno Pereira".

"Os trabalhos dos peritos do Instituto Nacional de Criminalística continuarão nos próximos dias concentrados na análise de vestígios diversos do caso."
Pereira e Phillips foram mortos em região próxima à terra indígena do Vale do Javari, no estado do Amazonas.


Notícias relevantes: