Polícia

Polícia Federal e GM de Jundiaí prendem fraudador do auxílio emergencial em Várzea


caixa (1)
Crédito: Reprodução/Internet
Um homem foi preso pela Polícia Federal na manhã desta quinta-feira (2), em Várzea Paulista, suspeito de realizar saques indevidos do auxílio emergencial do Governo Federal. Os federais contaram com ajuda da Guarda Municipal de Jundiaí, depois que a corporação recebeu denúncias e, através do setor de inteligência, conseguiram identificar o suspeito. Há alguns dias funcionários da unidade da Caixa Econômica Federal, da Vila Hortolândia, em Jundiaí, procuraram a GM para pedir ajuda na identificação de um indivíduo que praticava saques indevidos. Os valores não foram divulgados. O setor de inteligência, que que opera o sistema OCR, de leitura de placas, identificaram o veículo usado pelo suspeito em várias agências. A Polícia Federal de Campinas foi acionada e, com o relatório feito pela Guarda, passou a monitorar veículo. Com autorização da Justiça, federais estiveram em Várzea nesta manhã e realizou busca na casa do suspeito, encontrando R$ 2,7 mil, diversos cartões magnéticos em branco com anotações de data para saques programados, além de notebook e celular. Os valores que ele fraudou na Caixa não foram revelados, porém sabe-se que se tratava de saques do auxílio-emergencial e seguro desemprego. Ele deve responder pelo crime de estelionato, com pena que pode chegar a 7 anos de prisão. A Polícia Federal orienta que qualquer pessoa que tenha suspeita de fraude em seu benefício, que procure uma agência da Caixa para contestar o recebimento do valor. Desta forma, a própria agência irá enviar a contestação à Polícia. [caption id="attachment_95237" align="alignnone" width="1270"] Todo o material apreendido será periciado e o criminoso deve responder por estelionato[/caption]

Notícias relevantes: