Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

DDM pede prisão preventiva de músico jundiaiense acusado de estupro

geraldo dias netto | 06/06/2018 | 20:21

Continua atrás das grades o músico e empresário de Jundiaí, Daniel Busanelli, de 47 anos, acusado de abusar sexualmente de uma criança de 11 anos. A menina, que é filha de um casal de amigos de longa data de Busanelli, já prestou depoimento à polícia e passou por atendimento médico no Hospital Universitário, onde foi verificado rompimento parcial do hímen. Um inquérito policial foi instaurado pela delegada Maria Beatriz Curio de Carvalho, titular da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM). De acordo com a policial, o músico está preso por conta de uma prisão temporária, pelo prazo de 30 dias, mas será pedida sua prisão preventiva, que pode durar até o fim do processo. Maria Beatriz comentou que o Judiciário já sinalizou pela concessão do pedido da permanência do músico atrás das grades e deve decidir em breve sobre o caso.

ENTENDA O CASO

MÚSICO JUNDIAIENSE É PRESO POR ESTUPRO DE MENINA DE 11 ANOS

DEFESA PEDE LIBERDADE DE DANIEL BUSANELLI

Atualmente, Busanelli está recolhido em uma cela da antiga Cadeia Feminina de Itupeva, uma vez que teria sido ameaçado no Centro de Triagem de Campo Limpo Paulista, onde geralmente as prisões temporárias são cumpridas. O músico irá responder por estupro de vulnerável. O crime é previsto pelo artigo 217-A do Código Penal e tem pena estimada de até 15 anos de reclusão a quem cometa “conjunção carnal” ou pratique “outro ato libidinoso com menor de 14 anos”.  Busanelli foi detido por volta das 16h30 do dia 16 passado. Levado à sede da DDM, na avenida 9 de Julho, negou o crime e se disse inconformado com a acusação.

CLIQUE AQUI E CONFIRA OUTRAS NOTÍCIAS DO PLANTÃO POLICIAL DE JUNDIAÍ

Já a investigação que resultou na captura do músico teve início após queixa da mãe da criança, que esteve na DDM para contar o que ouviu da filha após a menina dormir na casa do acusado, de quem ela e o marido eram amigos de longa data. Segundo a mulher, a criança contou ter sido abusada no quarto da própria filha de Busanelli. Ela havia sido convidada pelo morador para ir dormir na residência, pois fariam a “noite do hambúrguer”, e acabou violentada nos dois dias em que ali esteve.  Durante o registro do boletim de ocorrência, a menina também foi ouvida por uma psicóloga da DDM, que realizou os procedimentos sob a coordenação da investigadora-chefe Lilian Picchi, além de receber atendimento médico em que foram ministrados coquetel retro-viral, duas injeções e dois comprimidos para tratamento contra DSTs.

DECORACAO DE NATAL NO CENTRO DANIEL BUSANELLI

Daniel Busanelli foi preso em 17 de maio de 2018. Foto: Arquivo/Jornal de Jundiaí


Link original: https://www.jj.com.br/policia/acusado-de-estupro-musico-jundiaiense-continua-preso/
Desenvolvido por CIJUN