Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Acusado por abusar filha, sobrinhas e enteada tem a prisão decretada

GERALDO DIAS NETTO | 24/07/2018 | 22:02

Foi preso nesta terça-feira (24), em Cabreúva, o homem de 28 anos acusado de abusar sexualmente da filha, de sete anos, de duas sobrinhas, de 11 e 12 anos, e da enteada, de 21 anos. A queixa foi dada pela esposa do homem, que teve a prisão decretada pelo Poder Judiciário. De acordo com o sargento Silvio, do 11º Batalhão, a mulher procurou a base da PM, na região central, para contar que decidiu denunciar o marido, com quem convive há 10 anos, após ver no celular da filha navegação na internet relacionada a pornografia. Segundo declarou, a menina, a princípio, nada quis dizer, mas resolveu contar que o pai tinha a ver com aquilo e que também a estava estuprando há algum tempo.

CLIQUE AQUI E VEJA OUTRAS NOTÍCIAS NO PLANTÃO POLICIAL

“Quando o acusado chegou, foi confrontado pela companheira sobre as acusações e negou tudo. Ele então decidiu ir até a delegacia, provavelmente por temer ser agredido por moradores locais”, explicou o sargento na última segunda-feira (23). Desconfiada de que o marido também pudesse ter abusado das sobrinhas, que moram em uma casa ao lado da sua, a mulher contou que entrou em contato com a irmã, pedindo que ela também conversasse com suas filhas, de 11 e 12 anos. “A irmã ficou surpresa com o pedido, mas foi conversar com as crianças. O que ela descobriu a deixou aterrorizada e confirmou a suspeita da mulher do acusado”, comentou Silvio.

De acordo com o sargento, a mulher explicou que, em razão da descoberta dos ataques às três crianças, incluindo contra a própria filha de sete anos, decidiu ligar para sua filha de 21 anos, já que a jovem também havia morado com o padrasto anos atrás. Para a surpresa da mulher, a filha guardava há anos um segredo, que resolveu contar assim que soube dos abusos contra as meninas. “Ela também garantiu ter sido estuprada pelo padrasto quando residia com ele, mas decidiu não falar nada sobre isso até aquele momento”, informou o sargento Silvio. Na delegacia, o acusado acabou sendo liberado, já que não estava em estado de flagrante, dependendo a prisão de exames e outras diligências para comprovar os abusos. No entanto, a Polícia Civil estuda requerer à Justiça mandado de prisão para o homem.

Captura

Conforme explicou o sargento da PM, a prisão do acusado, que não terá o nome revelado para não identificar as vítimas, ocorreu no início da tarde, em um estacionamento do bairro Colinas. Ele foi levado à delegacia, onde um boletim de ocorrência de captura de procurado foi registrado, e recolhido em seguida no Centro de Triagem de Campo Limpo Paulista, onde permanece à disposição do Poder Judiciário.

Por estupro de vulnerável, ele pode ser condenando a uma pena de até 15 anos de reclusão, conforme prevê o artigo 217-A do Código Penal, que tem a seguinte redação: “Ter conjunção carnal ou praticar outro ato libidinoso com menor de 14 anos”. O artigo ainda prevê pena de 10 a 20 anos se a conduta resulta em lesão corporal de natureza grave, e até 30, caso ocorra a morte da vítima, informou o tenente Iuri, da equipe do capitão Augusto José Martinelli, do 11º Batalhão.

Foto ilustrativa

Foto ilustrativa


Link original: https://www.jj.com.br/policia/acusado-por-abusar-filha-sobrinhas-e-enteada-tem-a-prisao-decretada/
Desenvolvido por CIJUN