Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Acusados de roubo de 53 celulares são identificados pela Polícia Civil

GERALDO DIAS NETTO - gnetto@jj.com.br | 28/03/2018 | 11:12

O 7º Distrito Policial de Jundiaí conseguiu identificar dois dos seis criminosos que participaram do roubo de 53 smartphones de uma loja da Samsung localizada dentro de um shopping na avenida 9 de Julho, no dia 27 do mês passado, por volta da 13h. Durante o ousado assalto, três criminosos invadiram o estabelecimento e renderam uma subgerente, dois vendedores e dois clientes. A subgerente foi obrigada a acompanhar um dos assaltantes até o estoque, enquanto os outros permaneceram vigiando as outras vítimas. Em curto espaço de tempo, as dezenas de smartphones foram recolhidas e levadas dali por dois dos assaltantes até um dos três veículos usados pela quadrilha no assalto, parado no estacionamento do shopping e ocupado por comparsas. Após o último criminoso deixar a loja, onde permaneceu para garantir que a segurança não fosse chamada até os produtos serem colocados no automóvel, a quadrilha fugiu, estourando uma cancela do shopping. Na ocasião, um dos automóveis, um Chevrolet Prisma, foi abandonado nas imediações do estabelecimento, no bairro Bela Vista, e apreendido pela Polícia Militar. O veículo, apurou-se mais tarde, era de propriedade de um idoso de 72 anos e havia sido roubado meses antes.

Investigações
De acordo com o investigador-chefe do 7º DP, Marcio Piovesan, durante o registro do roubo, a polícia tinha apenas a informação de que a quadrilha havia utilizado o veículo Prisma, desconhecendo em quais outros automóveis o bando fugiu após abandoná-lo no bairro Bela Vista. Com ajuda do setor de inteligência da Guarda Municipal, ficou apurado que tal veículo havia entrado na cidade com outros dois automóveis, modelos Versa, da Nissan, e Sandero, da Renault, cujos números das placas foram identificados e passados pela GM ao 7º DP. Por meio do sistema Detecta, do Governo do Estado de São Paulo e semelhante ao OCR, operado por GMs que lê caracteres de placas através de câmeras espalhadas pelos municípios, a unidade da Polícia Civil de Jundiaí conseguiu apurar que os dois veículos entraram na capital alguns minutos depois do assalto, sendo um dos percursos identificados a região da Santa Efigênia, conhecida por suas lojas de venda de eletrônicos, incluindo aparelhos celulares.

Acusados
Conforme explicou Marcio, a identificação dos dois veículos também ajudou a chegar ao proprietário de um deles, Juliano Silva dos Anjos, de 37 anos, morador no bairro de Itaquera, em São Paulo. Pedido de busca e apreensão para a residência do suspeito foi requerido ao Poder Judiciário pela delegada Camila Duarte Pina, titular do 7º DP, que conseguiu a medida e acompanhou sua equipe na vistoria ao imóvel. Nenhum objeto roubado foi encontrado, mas o morador acabou confessando a participação no assalto, entregando ainda um dos comparsas, Everton da Silva de Souza, o Dudu, apontado como o criminoso que entrou armado na loja de smartphones. Segundo Márcio, o acusado disse ter sido convidado por Dudu para participar do crime, sendo que, dos seis envolvidos, conhece apenas ele, já que ambos seriam amigos de infância. Pela participação, receberia R$ 20 mil, tendo aceitado por precisar do dinheiro. Já Dudu, explicou o investigador-chefe, foi detido em outubro do ano passado por receptação e, atualmente, está recolhido em uma unidade prisional por ter sido preso em flagrante em um shopping de São Paulo portando uma arma de fogo. Por foto, ele foi identificado pelos funcionários da loja e deve responder por mais um crime. Já Juliano não foi reconhecido, pois teria permanecido no veículo, aguardando no estacionamento do shopping.


Link original: https://www.jj.com.br/policia/acusados-de-roubo-de-53-celulares-sao-identificados-pela-policia-civil/
Desenvolvido por CIJUN