Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Alunos acusam professor de agressão durante aula

GERALDO DIAS NETO - GNETO@JJ.COM.BR | 24/03/2018 | 21:59

Um professor de inglês foi encaminhado ao 2º Distrito Policial de Jundiaí, anteontem, sob a acusação de agredir alunos em sala de aula na Escola Municipal Pedro Clarismundo Fornari, no bairro Rio Acima. Ele teria se descontrolado em razão do barulho feito por estudantes e agredido pelo menos dois deles, que foram com as mães até a unidade da Polícia Civil para prestar queixa contra o docente.

Foto: divulgação

Foto: divulgação

José Luis dos Santos, de 32 anos, foi ouvido pelo delegado Orli de Moraes e declarou, durante o registro do termo circunstanciado de ocorrência, que só falaria em juízo, apesar de ter dado informalmente sua versão do ocorrido logo que chegou ao DP.

Ele foi autuado por lesão corporal e infração ao artigo 232 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que prevê pena de detenção, de seis meses a dois anos, a quem “submeter criança ou adolescente sob sua autoridade, guarda ou vigilância a vexame ou a constrangimento”.

Conforme explicou o delegado ao JJ, o professor lecionava como substituto quando houve o entrevero com os alunos, entre 9 e 11 anos, da 5ª série. “Informalmente, ele alegou que um dos estudantes bateu o pescoço em seu braço, e outro foi pisado quando os alunos derrubaram a cadeira e o professor tentou sair da sala”, disse o titular do 2º DP.

Já sobre a versão dos alunos, o delegado comentou que o professor é quem teria agarrado um dos estudantes pelo pescoço e chutado as pernas de outro que ele teria derrubado no chão quando o aluno se aproximou para pedir ao docente que não fizesse isso com o colega de classe.

“Os alunos foram encaminhados para exame no Instituto Médico Legal (IML) e, nesta segunda-feira, também irei encaminhar o registro do caso à Unidade de Gestão de Educação para as providências”, salientou o delegado. Ele acrescentou que, no âmbito penal, a Vara da Infância e da Juventude de Jundiaí irá apreciar o ocorrido, assim como deverá responder administrativamente o docente por sua suposta conduta ilegal.

Informou

Em nota, a Unidade de Gestão de Educação comunicou que “todas as providências foram tomadas de imediato, com atendimento aos alunos e familiares, além do acionamento à Guarda Municipal e à Polícia Militar.”, e que o professor foi afastado de suas funções.

“Todas as medidas cabíveis estão sendo tomadas. A Unidade de Gestão de Educação acrescenta que foi encaminhada uma psicóloga para a escola e, a partir de segunda-feira (26), será disponibilizado apoio psicológico para os familiares. A equipe escolar também receberá orientações da profissional para assistência aos alunos”, finaliza a nota.


Link original: https://www.jj.com.br/policia/alunos-acusam-professor-de-agressao-durante-aula/
Desenvolvido por CIJUN