Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Apoio Tático da Guarda Municipal prende dupla por tráfico no Almerinda

GERALDO DIAS NETTO | 19/07/2018 | 21:37

Guardas municipais de Jundiaí, do Apoio Tático, prenderam na noite de quarta-feira (18), dois homens acusados de traficar drogas no Parque Almerinda Chaves. Diversas porções de entorpecentes foram apreendidas e apresentadas no Plantão da Polícia Civil, na avenida 9 de Julho. Denúncia da venda de narcóticos levou a equipe ao bairro, segundo informações do boletim de ocorrência. Segundo o informante, as drogas estavam sendo escondidas em um poste pela dupla, cujas características passou à GM.
No local informado – um ponto na rua Lauro Pacheco Neto -, foram detidos Bruno dos Santos Faria, de 25 anos, e Pedro Henrique Viana da Silva, 18, ambos moradores no Jardim Novo Horizonte.

De acordo com o boletim, eles foram revistados, mas nada de ilegal foi encontrado. No local indicado pelo denunciante, no entanto, foram achadas diversas porções de drogas escondidas em uma sacola, totalizando 20 trouxinhas de maconha e outros 20 tubetes de cocaína, além de determinada quantia em dinheiro. De acordo com relato dos guardas, os detidos confessaram que faziam o tráfico no local e um deles, Silva, indicou que guardava mais entorpecentes em casa. Ali, foram apreendidos 140 tubetes de cocaína, 29 porções de maconha e 18 pedras de crack.

Flagrante
Silva é filho do vereador de Jundiaí Romildo Antônio da Silva (PR). Ele e Faria foram autuados em flagrante e liberados em audiência de custódia realizada pelo Poder Judiciário. A pena para o crime de tráfico pode chegar a 15 anos de reclusão, além do pagamento de multa ao estado. De acordo com o advogado do filho do vereador, Roberto Barbosa Leal, o jovem “se declara inocente e diz não ter envolvimento com o tráfico de drogas”. “A GM admite no próprio BO que não encontrou nada com ele na revista pessoal, tanto que houve uma audiência de custódia hoje de manhã e Pedro foi liberado, porque não há provas. O processo está correndo e vai ser apurado, e não tem nada que leva a constar que a droga era dele. A droga foi encontrada próxima a um poste e tem outra informação de que encontraram algo na casa de Pedro, o que não procede e a GM não tem testemunhas disso. Pedro negou a prática de tráfico e de transporte da droga e aguarda o processo de apuração do caso”, garantiu o defensor.


Leia mais sobre
Link original: https://www.jj.com.br/policia/apoio-tatico-da-guarda-municipal-prende-dupla-por-trafico-no-almerinda/
Desenvolvido por CIJUN