Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Assassinato por espancamento foi provocado por ciúme

| 09/10/2014 | 22:58

A Polícia Civil de Jarinu esclareceu o assassinato na rua Miguel Ângelo, no bairro Nova Trieste, que vitimou, no último dia 3, o pedreiro Alexandre Soares Manso, de 27 anos. Alexandre foi encontrado em uma obra em construção e tinha lesões na cabeça e hematomas por todo o corpo.

Dois homens tiveram a prisão temporária decretada pela Justiça, acusados do assassinato. O crime teria sido motivado por ciúme de um deles. De acordo com o investigador Luis Roberto Gomes, da equipe do delegado Matheus de Campos Pinheiro, descobriu-se a princípio que a vítima havia se relacionado com a ex-mulher de um detento e decidido terminar a relação assim que descobriu que o homem havia deixado a prisão.

Segundo ele, o homem foi identificado como Gilson Pereira da Silva, de 31 anos, e tinha uma foto sua no arquivo fotográfico policial em razão de ter sido detido em 2010 por delito de violência doméstica. Ao obter o boletim de ocorrência da prisão, Luisão informou que o setor de investigações de Jarinu descobriu que a vítima deste crime tinha o mesmo nome da mulher com quem Alexandre Soares tinha se relacionado, tornando-se o ex da mulher o principal suspeito da morte naquele momento.

De acordo com o policial, foi descoberta posteriormente uma testemunha do crime, a quem foi oferecida proteção para que relatasse tudo o que tinha presenciado.

Mais informações na edição impressa do Jornal de Jundiaí desta sexta-feira (10) ou faça uma assinatura digital.


Link original: https://www.jj.com.br/policia/assassinato-por-espancamento-foi-provocado-por-ciume/

Os comentários estão desativados.

Desenvolvido por CIJUN