Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Assassinos de homem morto a tijoladas vão aguardar julgamento em liberdade

Fábio Estevam | 14/01/2020 | 20:24

Os dois assassinos confessos de Rodrigo de Oliveira Vale, de 37 anos, morto a tijoladas na madrugada do último dia 7 em uma viela no Jardim Tulipas, em Jundiaí, vão responder em liberdade. Eles foram identificados pela equipe Apolo I da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) e, durante depoimento na manhã de hoje (14), confessaram o crime. Ambos eram amigos da vítima e disseram que o mataram durante uma discussão por causa de drogas.

Eles contaram na delegacia que passaram a madrugada fazendo uso de drogas e quando os entorpecentes acabaram, começou a discussão. A vítima teria arremessado um tijolo contra os dois. Revoltados, eles também arremessaram tijolos contra a vítima, que acabou caindo e desfalecendo.

Eles alegaram, ainda, que a intenção não era matar. Por terem colaborado com as investigações confessando o crime, eles foram liberados para responder ao processo em liberdade. “Durante as investigações nós conseguimos conversar com testemunhas, que nos passaram as características dos autores do crime. E aos poucos nós fomos chegando até eles. Eu os indiciei por homicídio simples. Como colaboraram e não se trata de um flagrante, ficarão em liberdade” disse o delegado-titular da DIG, Josias Guimarães.

Ainda segundo o delegado, o inquérito está sendo encerrado e será encaminhado à justiça, que deve levá-los a júri popular.

DOIS HOMICÍDIOS
O assassinato de Rodrigo foi o primeiro registrado em Jundiaí neste ano. Cinco dias depois um servente de pedreiro, de 35 anos, foi morto com quatro tiros, sendo dois deles no rosto, um no peito e outro nas costas. O caso também está sob investigação pela equipe Apolo I, que ainda tenta identificar o assassino. Uma das dificuldades na investigação, segundo o delegado, é que por temer represálias as possíveis testemunhas não colaboram com depoimentos.

No ano passado Jundiaí teve 27 homicídios registrados, sendo um dos mais violentos dos últimos 10 anos.


Link original: https://www.jj.com.br/policia/assassinos-de-homem-morto-a-tijoladas-vao-aguardar-julgamento-em-liberdade/
Desenvolvido por CIJUN