Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Avó acusa ex-genro de bater no neto de 9 anos em final de semana violento

Fábio Estevam | 21/10/2019 | 20:42

A Polícia Civil de Jundiaí registrou 10 boletins de ocorrência no final de semana referentes a agressões, sendo quatro deles contra mulheres e um contra uma criança de 9 anos, que tem deficiência intelectual. Nesse caso a avó procurou a polícia para acusar o ex-genro de maltratar o próprio filho.

De acordo com a avó maternal, o neto ficou sob os cuidados do pai depois que sua filha e o pai da criança se separaram – ela informou que a sua filha (mãe do menino) foi morar em outro estado. Recentemente ela disse estar sendo impedida de ver o neto mas, quando consegue, tem percebido sinais de agressão na criança. A avó contou que o pai bate e grita com o menino sem motivo, mesmo com a criança tendo problemas mentais, diagnosticados pelo médico. “Meu neto inclusive perdeu a vaga na Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais), porque ele não o tem levado às aulas”.

Segundo BO ela foi orientada a procurar o Conselho Tutelar e também a delegacia DDM (Delegacia de Defesa da Mulher), que vai investigar o caso.

Maria da Penha
Em um dos casos denunciados na polícia uma moradora de um condomínio no bairro Ponte São João denunciou o marido (união estável) por agressão após uma reunião de amigos no apartamento do casal. Ela foi tomar banho e ele entrou no banheiro, empurrando-a contra o registro. Depois tentou erguê-la do chão a agarrando pelo pescoço. Não bastasse, quando ela saiu do banheiro, foi novamente agredida por ele, que torceu o braço dela e a jogou no chão, além de lhe ofender.

No bairro Novo Horizonte uma mulher precisou ser socorrida por guardas municipais na madrugada de sábado, porque o companheiro estava lhe agredindo e ameaçando. Na delegacia a vítima contou ao delegado de plantão como foi agredida e ele determinou a prisão do acusado.

Outro caso aconteceu no bairro Cecap. Uma mulher de 24 anos procurou a polícia para denunciar que o ex-companheiro está lhe ameaçando. Ela contou que viveu com ele por três anos e que se separaram há três dias. Desde então ele passou lhe fazer ameaçaspor meio de mensagens em seu celular e também da sua mãe: “Acidentes podem acontecer. Cuidado ao atravessar a rua”, dizia uma das mensagens. Isso sem contar que ele também teria colocado nas redes sociais que ela estaria o traindo, “transando” com outras pessoas. O caso será investigado pela DDM.

Noutra ocorrência uma mulher de 59 anos, diretora de um time de futebol amador, foi agredida no Centro Esportivo Dal Santo durante uma partida de futebol. Ela tentou impedir que torcedores invadissem o campo para agredir jogadores, inclusive seu filho. Nisso alguns homens a agrediram, empurrando ela contra o alambrado.


Link original: https://www.jj.com.br/policia/avo-acusa-ex-genro-de-bater-no-neto-de-9-anos-em-final-de-semana-violento/
Desenvolvido por CIJUN