Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Caminhão é levado por criminosos na Anhanguera

GERALDO DIAS NETTO | 24/10/2018 | 06:02

Um empresário de 40 anos foi vítima de ataque de quadrilhas especializadas que continuam agindo em estradas da Região de Jundiaí. Na última segunda-feira (22), ao tentar ir a Hortolândia (SP) para fazer a manutenção no rastreador de um caminhão, ele foi rendido por criminosos armados na rodovia Anhanguera, na altura do km 68, no bairro dos Fernandes, e ficou sem seu Mercedes Bens, ano 2012, que não tem seguro.

Ele chegou a ficar mais de oito horas em poder dos criminosos, sendo que dois deles ocupavam uma caminhonete preta e estavam armados, exigindo que o empresário parasse o caminhão no acostamento, onde ele foi retirado da cabine e colocado no utilitário dos assaltantes.

Os bandidos levaram o empresário a um matagal após rodarem com ele por aproximadamente seis horas e, ali, teve de ficar por mais duas horas, junto com um dos bandidos, até que o comparsa chegou com a caminhonete e novamente o colocou no veículo.

Segundo relato do homem à polícia, ele também ficou com os bandidos circulando por uma hora em uma área rural, que acredita ser na divisa de Jarinu e Itatiba, quando então foi libertado a pé. Além do caminhão, ele teve R$ 180 em dinheiro roubados e só conseguiu ajuda depois de caminhar por cerca de dois quilômetros e chegar em um posto de combustíveis na rodovia Dom Pedro. Uma equipe da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), a Apolo 3 (Gigio e Julio), foi acionada para apurar o caso.

Números
Dados da Secretaria de Segurança Pública (SSP) revelam aumento de 19,4% no número de roubos de carga em Jundiaí na comparação entre os sete primeiros meses de 2017 e 2018. A quantidade é resultado das somas de todos os boletins de ocorrência registrados no município pelos sete distritos policiais e Delegacia de Investigações Gerais (DIG), responsável pela apuração deste tipo de delito.

De acordo com os números, pelo menos 86 roubos de carga foram cometidos de janeiro e agosto deste ano, contra 72 no mesmo período de 2017. Julho passado teve a maior quantidade de registros (19), seguido por agosto (12), junho (11), janeiro (9) e abril (9), fevereiro (7) e março (6). Já no ano anterior, junho, com seus 11 boletins de ocorrência, teve o maior número de registros, enquanto janeiro, fevereiro, abril e agosto vieram logo em seguida, com 10 casos cada. Março fechou com nove registros e foi seguido por maio, com oito, e junho, com quatro.

anhanguera1-12


Link original: https://www.jj.com.br/policia/caminhao-e-levado-por-criminosos-na-anhanguera/
Desenvolvido por CIJUN